Prefeitura de Altaneira desativa ponto de mototaxi para conter aglomeração. Medida repercute


Prefeitura de Altaneira desativa ponto de mototaxi e corta árvores. (FOTO/ João Alves).


O prefeito de Altaneira, Dariomar Rodrigues (PT), tem adotado algumas medidas visando conter o avanço da pandemia de Coronavirus, a Covid -19, e evitar que ela chega a atingir os munícipes. Algumas delas não tem agradado oposicionistas e outras não tem merecido atenção de alguns populares e, portanto, levando a desobediência.

As últimas foram aquelas que mais chamaram a atenção e as que mais tem causado desagravo e, ou desobediência. Cito, por exemplo, a montagem de tendas. Informações do secretário da cultura, Luiz Pedro, ao Blog dão conta que essas tendas serviriam “para dar conforto e segurança as pessoas que utilizarem a lotérica, mercado, farmácias... o centro da cidade para evitar aglomerações”. Nela foram colocadas cerca de 100 cadeiras com distanciamento de cada uma (1 a 2 metros), um gelagua e o mercado ficará aberto para que as pessoas possam utilizar o banheiro.

A medida, porém, não surtiu o efeito desejado. As pessoas ignoram a estrutura e se aglomeram em filas nas lotéricas e agências bancárias, conforme imagens divulgadas pelo próprio secretário da cultura.

Outra medida adotada foi a desativação do ponto de mototaxi. Segundo o prefeito em informações repassadas ao servidor público e radialista João Alves, o ato visa assim como as outras evitar aglomerações em tempo de coronavirus. Ele destaca ainda em informações publicizadas no grupo de WhatsApp do Blog Negro Nicolau que essa desativação é temporária e que foi adotada em face da desobediência de algumas pessoas que mesmo com a tenda preferiram se aglomerarem em filas e em calçadas e outras que usaram o ponto do moto taxistas.  Ainda conforme o prefeito, junto a essa desativação será feito o processo de corte das árvores no entorno da praça. A ideia, para o Dariomar, é fazer com que o local não tenha sobra para evitar acumulo de pessoas.

Ele disse ainda que a medida é necessária e evitará constrangimento, uma vez que a guarda municipal já vem fazendo o serviço de orientação da população, mas que mesmo assim as pessoas continuam desrespeitando. As justificativas de Dariomar foram endossadas por Luiz Pedro, acrescentando que os próprios mototaxistas arguiram que já não estavam praticamente utilizando o ponto e justificaram outras pessoas tomavam o assento. Luiz frisou que eles não estão desamparados, pois tem a sombra da praça em torno do calçadão.

Mototaxistas de Altaneira na praça em torno do calçadão. (FOTO/ João Alves).

Contestações

Embora a tenda tenha sido elogiada, o corte das árvores não.

Para o advogado e blogueiro Raimundo Soares “a declaração do prefeito é uma confissão de que o Governo Municipal não tem capacidade para conscientizar as pessoas, nem tão pouco vontade política para adotar as providências cabíveis”.

O presidente da Câmara, o vereador professor Adeilton (PSD) taxou a medida como “absurda”. “Que absurdo. Adotam uma medida que não foi bem aceita pela população, aí as árvores pagam por isso” (SIC), disse.

O blogueiro Júnior Carvalho destacou a ação como “piada”. “Altaneira virou piada, de mal gosto é claro”, disse.

A servidora Thais Amorim, por sua vez, classificou a ação como “crime ambiental”. “Cortar as árvores não é medida de segurança não é crime ambiental” (SIC), escreveu.

Citação de Dariomar

O prefeito destacou também que todos os pontos que foram utilizados para aglomeração e que não respeitarem o distanciamento conforme preconizados pelos profissionais de saúde o município vai tomar as providências e que a única forma de conter é através do isolamento.

Espero que a população entenda, principalmente os mototaxistas por essa medida um pouco mais drástica, para evitar de multar ou prender alguém”, finalizou.

Postar um comentário

0 Comentários