Mandetta fala em sair do governo, mas quer que Bolsonaro assuma o peso da sua demissão


Luiz Henrique Mandetta e  Jair Bolsonaro. (FOTO/ Erasmo Salomão/ MS).

Atacado diariamente por Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), tem dito a pessoas próximas que quer deixar o cargo no governo.

Mandetta, no entanto, ressalta que não pedirá demissão e deixará a Bolsonaro o ônus de demití-lo durante a pandemia do coronavírus.

Nesta quinta-feira (2), Mandetta subiu o tom e deu recado direto a Bolsonaro: “Ele tem mandato popular, e quem tem mandato popular fala, e quem não tem, como eu, trabalha”, disparou.

A declração foi uma resposta a Bolsonaro, que horas antes, em entrevista ao jornalista Augusto Nunes, da rádio Jovem Pan, teceu críticas ao ministro, que não estaria sendo “humilde” para seguir as suas ordens na condução da pandemia.

O Mandetta já sabe que a gente está se bicando há um tempo, tem vezes que ele se extrapolou. Nenhum ministro meu é indemissível. Em alguns momentos ele teria que ouvir um pouco mais o presidente da República. Ele cuida da saúde e eu cuido das outras áreas”, disparou.
____________________________
Com informações da Revista Fórum.

Postar um comentário

0 Comentários