Gênero e Diversidade na Escola – obra de Nilcéa Freire e outras autoras


(Capa/ Reprodução).


A organização social e a luta pela igualdade e equidade de gênero baseadas, sobretudo em novas relações étnico-raciais e promoção de discursos subsidiados no respeito às diversidades não é algo novo, porém ganhou corpo a partir da segunda metade do século passado e tem ocupado cada vez mais as mentes de professores/as, movimentos sociais e pesquisadores/as no início deste século.

No entanto, à medida que cresce essas lutas é cada vez mais notável discursos e atitudes racistas, machistas e homofóbicas na sociedade. As escolas não fogem à regra.

Gênero e Diversidade na Escola - Formação de Professoras/es em Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Relações Étnico-Raciais é uma obra de 2007 e ganhou nova versão em 2009 que visa discutir essas e outras questões, como os avanços, as conquistas em que pese a ampliação do acesso e no exercício dos direitos por parte de cidadãos e cidadãs, mas também os desafios nesse mesmo sentido.

A obra é uma realização da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM/PR); Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD/MEC); Secretaria de Educação a Distância (SEED/MEC); Secretaria Especial de Políticas Públicas de Igualdade Racial (SEPPIR/PR) British Council e do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ).

Os textos contidos no livro são de Nilcéa Freire, Edson Santos, Fernando Haddad, Maria Luiza Heilborn, Fabíola Rohden, Sergio Carrara, dentre outros/as.



Postar um comentário

0 Comentários