Adiamento do ENEM por causa da pandemia do novo coronavírus é solicitado pelo PSOL


(FOTO/ Divulgação).


A edição 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) está cada vez mais difícil de ocorrer. Depois que o Partido Democrático Trabalhista (PDT), a partir do deputado federal pelo Ceará Idilvan Alencar, entrou no último dia 1º com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo o adiamento do cronograma do exame previsto no edital, agora foi a vez do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) fazer o mesmo.

Informações constantes no portal do partido, destaca que a bancada do PSOL na Câmara dos Deputados enviou documentação ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do governo responsável pelo ENEM em que pede “a imediata suspensão do exame deste ano e a readequação do calendário” em virtude “da situação de calamidade pública”, bem como devido as suspensões das aulas da educação básica.

O PSOl sustenta que é irreal “que os estudantes consigam se preparar para os testes”, além de se mostrar surpreso e preocupado com “a manutenção do cronograma do Enem”.

Postar um comentário

0 Comentários