Professores de Altaneira têm vencimentos reajustados em 6,01%


Professores de Altaneira têm vencimentos reajustados em 6,01%. (FOTO/Portal da Câmara de Altaneira).

Os vencimentos dos professores do município de Altaneira, na microrregião do cariri oeste, terá um aumento de 6,01% em 2019. O projeto - oriundo do poder executivo municipal - que estabelece o reajuste foi aprovado por unanimidade na manhã desta quinta-feira, 07, em sessão extraordinária.

Mesmo havendo unanimidade na aprovação do texto, a discussão em torno da matéria motivou acusações entre alguns parlamentares, principalmente entre Zuleide Ferreira (PSDB) e Flávio Correia (SDD).

Ao defender o reajuste como sendo sinônimo de valorização dos professores, Zuleide acabou citando seu companheiro de casa, o vereador Flávio que, segundo ela, teria dito na sessão passada que “existia muitos professores que não mereciam esse reajuste”.

Segundo informações colhidas junto ao Portal Oficial da Câmara, Flávio se esquivou da crítica e ponderou que ao ter mencionado a frase estava se referindo a própria Zuleide. Para ele, a vereadora que também é professora “não faz jus ao que ganha, por não cumprir com suas obrigações, que está fora de sala, fingindo cumprir horário na Secretaria de Educação”.

Em sua defesa, Zuleide argumentou que “Fávio não tem competências para julgar seu desempenho. Que tem formação e conhecimentos correlatos com o cargo que exerce, que iria deixar de lado por compreender a falta de banco de escola que o colega Parlamentar possui”.

A relatoria do projeto ficou a cargo do vereador Antonio Leite (PDT) que apesar de reconhecer a importância deste, ressaltou “que o aumento real é irrisório” e que se “feita a correção do governo federal que foi de 4,17%, resta pouco de aumento”.

O presidente da casa, o vereador professor Adeilton (PSD), preferiu o tom conciliador. Pediu “mais entendimento e menos agressões por parte dos Vereadores” e que essas discórdias e provocações agradam somente aos que pregam a discórdia e desunião. Que em nada favorece aos interesses da nossa gente”.

De acordo com a Lei do Piso, a atualização anual do piso nacional do magistério deve ocorrer sempre a partir de janeiro.

Postar um comentário

0 Comentários