Câmara de Altaneira aprova criação do “Programa Avançar e Valorizar a Educação Altaneirense”


Câmara de Altaneira aprova criação do "Programa Avançar e Valorizar a Educação Altaneirense". (FOTO/Reprodução).

O poder legislativo de Altaneira em sessão ordinária realizada na manhã desta quarta-feira, 20, aprovou a criação de um programa educacional. Intitulado de “Programa Avançar e Valorizar a Educação Altaneirense”, este tem como finalidade incentivar a participação e o envolvimento da comunidade escolar para buscar o crescimento da proficiência das escolas e extinção do aluno no nível crítico.

Aprovado por unanimidade, o programa visa ainda premiar docentes do 2º, 5 e 9 anos pela permanência e melhoramento na proficiência. O valor atingirá R$ 3.000,00 (três mil) reais.

Ainda na ordem do dia, sete requerimentos foram aprovados que iam desde a solicitação de construção de calçamentos na zona rural e banheiros no Ginásio Poliesportivo do sítio Serra do Valério de autoria da edil Zuleide Ferreira (PSDB) e a colocação de de piçarra nas estadas que ligam os sítios Aleixo e Taboquinha no sentido Sítio Giribué e a construção de lombada na Rua Pedro Delfino, no centro da cidade. Os dois últimos de autoria dos parlamentares Devaldo Nogueira (MDB) e professor Adeilton (PSD) até um com pedido de informações às Secretarias Municipais de Governo, de Infraestrutura, de Administração e Finanças, de Educação, de Saúde, de Assistência Social e de Cultura, solicitando relação de veículos oficiais e locados na municipalidade para instruir procedimentos de fiscalização, tendo como autor o vereador do Solidariedade Flávio Correia.

O andamento da sessão foi marcado por críticas ao prefeito Dariomar Rodrigues (PT) que, segundo ele, vem "espalhando mentiras" na cidade e ao secretário municipal de governo, Deza Soares, por ser "convivente com supostos casos de nepotismo e desvio de função" no âmbito da administração municipal. Os mais fervorosos foram Antônio Leite (PDT) e Flávio Correia. A área da saúde também foi alvo das críticas. Vereadores/as da base não comentaram as acusações.

Participaram da sessão o professor e diretor da Escola de Ensino Médio Santa Tereza, Paulo Robson, e a Assessora Financeira desta para promoverem prestação de contas referente a recursos recebidos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

Postar um comentário

0 Comentários