O Desafio do isolamento social, por Sofia


Sofia. (FOTO/Divulgação).

A professora Josyanne Gomes resolver publicar em sua coluna neste Blog textos escritos por suas alunas e alunos da Escola 18 de Dezembro, uma das três instituições que funciona em tempo integral em Altaneira. Ao Blog, Josyanne destacou que “as produções textuais desses jovens escritores surgiram no âmbito do componente curricular: Produção Textual”.

Ela afirmou que como professora de produção textual do 9° ano D pensou em incentivar a produção escrita para que os estudantes relatassem essa experiência de pandemia que estamos vivendo.

Com isto, é com muito orgulho e animação que apresento para os leitores deste blog reflexões de jovens estudantes sobre os efeitos do isolamento social”, escreveu a professora e colunista.

O sexto texto é de Sofia. Vamos a ele:

Hoje nosso mundo está passando por uma pandemia que chegou atingindo tudo e a todos, fechando comércios, igrejas, escolas etc. Com isso, fomos obrigados a ficar em casa o chamado isolamento social. Até podemos sair, mas somente para comprar as coisas mais necessárias como alimentos, produtos de higiene pessoal, remédios. Ao sairmos devemos seguir as orientações da OMS (organização mundial da saúde) usar máscaras e álcool em gel, lavar sempre as mãos com água e sabão e manter o distanciamento.

 Em relação ao isolamento, vejo que existe o lado bom e o lado ruim. O bom é que as famílias estão juntas em casa, vivendo momentos que antes o tempo não permitia por estarem sempre envolvidos com outras atividades, mais por enquanto ajudam seus filhos principalmente nas atividades escolares através da EaD (Educação a Distância). Onde os professores se comunicam com seus alunos via internet, com aulas online, fazendo com que os estudos não parem e que mesmo com dificuldade prossigam. O lado ruim, é o distanciamento das pessoas que mais gostamos, sentindo saudades dos lugares que frequentávamos como das praças, lanchonetes, da escola dos nossos professores e colegas.

Contudo, esperamos que esse período difícil passe logo, que todos nós possamos ficar bem e que este momento sirva de lição, que as pessoas se tornem seres humanos melhores, que aprendam a respeitar mais os outros e a valorizar mais a vida.

Sofia é estudante do 9° Ano "D" da Escola 18 de Dezembro, em Altaneira.

Clique aqui e confira quinto texto.

Postar um comentário

0 Comentários