Deputado Idilvan Alencar reúne lideranças políticas de Nova Olinda em reunião virtual


Deputado Idilvan Alencar (PDT-CE). (FOTO/ Reprodução).

Na noite desta terça-feira, 26, o deputado federal Idilvan Alencar participou de uma reunião virtual com apoiadores e representantes políticos de Nova Olinda de ao menos três partidos: PDT, PT e PSD.  A reunião, que contou com a participação de mais de 100 pessoas, foi motivada após episódios de intimidação a moradores da cidade que se manifestaram contra a reabertura do comércio da cidade em meio a pandemia de coronavírus.

Explicando: há em vigor um decreto anunciado pelo governador Camilo Santana que estabelece regras de isolamento social e a restrição para o funcionamento das atividades econômicas. Na última semana, a administração municipal de Nova Olinda decidiu pela reabertura do comércio para esta segunda-feira, dia 25, ou seja, contrariando o decreto estadual, o que acabou sendo barrado pelo Ministério Público local.

A decisão de reabrir o comércio gerou reações. O suplente de vereador e presidente do PT local Aureliano Souza gravou um vídeo em que, de forma respeitosa, contestava tal medida. Após publicar o conteúdo, ele foi atacado nas redes sociais com comentários agressivos, sendo classificado como “vagabundo”, e recebendo ameaças.

Essa situação chocou não só o deputado Idilvan Alencar como também diversas pessoas da cidade. Outro fator de preocupação, é que as agressões partiram de pessoas ocupantes de cargos comissionados da prefeitura municipal de Nova Olinda.

Diante do quadro, foi convocada a reunião ocorrida nesta noite. Nela, foi discutido o atual cenário da pandemia no país, no estado e no município e, ficou decidido, que após a estabilização da curva de contágio e a possibilidade de reuniões, um encontro presencial será marcado para discutir uma aliança ampla de oposição em Nova Olinda.

O deputado frisou a preocupação com o grave ocorrido na cidade. “A população de Nova Olinda é composta na sua grande maioria por pessoas de bem. Não vamos deixar que o ódio e a intimidação sejam a tônica do contexto político do munícipio. Precisamos construir um debate em torno do diálogo e de ideias. Esse modelo de política, baseado em agressões, intimidação e discurso de ódio é o mesmo que vem sendo praticado pelo presidente da república”, destacou.

O professor Roberto Araújo, membro do PT do município, também fez fala nesse sentido. “Diante de um cenário de crise, perseguição e ódio é necessário que as forças progressistas se unam para a construção de uma sociedade sem violência e com justiça social. Vejo disposição de todos os partidos de oposição para construção de uma unidade para as próximas eleições”, declarou.

O vereador Tier Feitosa, do PSD, acredita que o caminho seja o da união. “Nova Olinda precisa de união. É hora de todos que fazem a oposição pensar num futuro  melhor pra nossa terra que não quer continuar com um governo ausente e de perseguição às pessoas. Nova Olinda precisa ter a oportunidade de escolher um representante filho dessa terra, que veja de perto  os problemas e os enfrente”, disse.

Socorro Matos, ex-candidata do PT a prefeitura da cidade, foi pontual. “Por mais respeito e menos ódio”, frisou.

___________________________

Texto da Assessoria do Deputado Idilvan Alencar (PDT-CE) e encaminhado a redação do Blog.

Postar um comentário

0 Comentários