31 de Julho | Dia da Mulher Africana

 

(FOTO| Pagina das Mulheres Africanas no Facebook).

Por Nicolau Neto, editor

Em 31 de junho de 1962, em Dar-Es-Salaam (Tanzânia), oito movimentos de libertação nacional em 14 países instituíram o Dia da Mulher Africana. O ato ocorreu durante a Conferência das Mulheres Africanas.

Naquela oportunidade, havia sido criada a organização Panafricana das Mulheres que tinha como finalidade discutir o papel da mulher na reconstrução do continente africano, no combate à propagação da SIDA, na educação e na garantia da paz e da democracia.

Em todos os continentes, as mulheres continuam sendo preteridas em todos os espaços de poder fruto de uma discriminação histórica e de um machismo destoante. Na África, não é diferente. Apesar  disso, elas têm conquistado importantes espaços no mercado de trabalho e de poder, principalmente após o processo  de descolonização ocorrido na segunda metade do século XX.

As conquistas são muito menos sentidas. Por isso, a luta deve ser contínua.

Postar um comentário

0 Comentários