Uma história feita por mãos negras - Beatriz Nascimento, obra organizada pelo antropólogo Alex Ratts é lançada

 

Por Nicolau Neto, editor

Alex Ratts, um dos mais importantes estudiosos de Beatriz Nascimento, historiadora, poeta, ativista e grande intelectual negra do século XX, lançou na última quinta-feira (17) no Canal da editora Companhia das Letras no YouTube, sua mais nova escrita. Trata-se de “Uma história feita por mãos negras - Beatriz Nascimento.”

O evento foi ao ar a partir das 18h e além do professor, antropólogo e geógrafo Alex Ratts (organizador do livro), o evento contou com a participação da escritora Conceição Evaristo e o jornalista e sociólogo Muniz Sodré, sendo mediado pela socióloga Flávia Rios.

Veja mais sobre Beatriz Nascimento clicando aqui.

Segundo informações constante do site da editora Companhia das Letras, o livro reúne 24 textos que reafirmam os aspectos centrais deste  - as relações raciais e de gênero; as formulações sobre a contribuição do negro na construção da sociedade brasileira; a recusa do discurso que reduz a problemática racial a uma questão econômica e social, sem uma compreensão existencial do indivíduo; e, sobretudo, as pesquisas sobre os quilombos no Brasil, suas relações com a África e como se reconfiguraram para ser não apenas espaço de resistência, mas um sistema social alternativo.

Completam ainda este conjunto escritos da autora marcados pelas transformações políticas e sociais a partir da década de 1980 – como o fim dos governos militares e a vigência da nova Constituição – e por inflexões pessoais e memórias – como em 'Carta de Catarina', texto de maturidade e síntese no qual ela discorre sobre o movimento negro, a diáspora e suas poéticas, além do processo de feitura do filme Orí, obra fundamental para conhecer, ver e ouvir a potência dessa mulher transatlântica”, destaca a editora.

Alex coordena o Laboratório de Estudos de Gênero, Étnico-Raciais e Espacialidades (LaGENTE), da Universidade Federal de Goiás (UFG) e durante os dias que antecedeu o lançamento deu muita publicidade a obra.

A obra pode ser encontrada no site da Editora Companhia das Letras.  

Postar um comentário

0 Comentários