Kabengele Munanga recebe título de Doutor Honoris Causa

 

Kabengele Munanga foi o primeiro congolês a fazer doutorado fora do país. (FOTO/ Divulgação).

O antropólogo congolês, Kabengele Munanga recebeu, na última terça-feira (25), o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (FRJ), em transmissão ao vivo pelo canal do YouTube da Universidade.

Em seu discurso na cerimônia, Kabengele citou o assassinato de George Floyd nos Estados Unidos, que completou um ano no mesmo dia da condecoração, além das manifestações que ocorreram devido à morte de Floyd pelo policial Derek Chauvin. Munanga revolucionou a área da antropologia, trazendo viés racial, africano e afro-brasileiro onde antes não havia. Entre os seus livros mais conhecidos estão: Rediscutindo a mestiçagem no Brasil (1999), Estratégias e políticas de combate à discriminação racial (1996) e Origens africanas do Brasil contemporâneo (2009).

A entrega do título estava atrasada há um ano, pois estaria marcada anteriormente para 20 de março de 2020 e foi adiada devido à pandemia de Covid-19. Kabengele Munanga vai ministrar a aula de abertura do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos (PPDH) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 2 de junho às 18h 30min. A cerimônia de entrega do título está disponível no canal da universidade para todo público. 

Com nacionalidade congolesa, nascido em Bakwa-Kalonji, Professor Kabengele veio para o Brasil em 1975 e cursou seu doutorado em antropologia na Universidade de São Paulo (USP), onde se tornou também Professor titular do Departamento de Antropologia Social. Kabengele se aposentou em 2012 como Professor da USP, o título de Doutor Honoris Causa foi proposto em 2019, em 2002 ele ganhou o Prêmio de Ordem do Mérito Cultural. 

____________

Com informações do Notícia Preta.

Postar um comentário

0 Comentários