Movimento Negro Unificado divulga nota de repúdio à chacina na favela do Jacarezinho

 

Por Nicolau Neto, editor

Nesta sexta-feira (7), o Movimento Negro Unificado (MNU) divulgou uma nota repudiando veementemente a operação realizada pela polícia na favela no Jacarezinho, Zona Norte do Rio de Janeiro e que resultou na morte de 25 pessoas até agora.

Esta operação já está entre aquelas que vitimou o maior números de pessoas desde o ano de 2016, conforme dados da plataforma digital Fogo Cruzado, repercutindo na imprensa internacional.

O MNU classificou a ação policial de “genocídio” da população negra e pobre, vindo a comparar esta com o atual presidente: racista e genocida. “Quantos mais dos nossos vão morrer nessa guerra que desde a escravidão mata diariamente a nossa juventude negra?”, indagou. “Para nós, do Movimento Negro Unificado, que lutamos há 43 anos contra o racismo e genocídio o dia de hoje é de luto e de luta”, destacou na nota.

Leia na íntegra abaixo:   



Postar um comentário

0 Comentários