Google homenageia Ruth de Souza em comemoração ao centenário da atriz

 

"O #GoogleDoodle de ontem celebrou a atriz Ruth de Souza, uma das primeiras atrizes negras da história do teatro brasileiro. Além dos palcos, Ruth também fez muito sucesso na televisão e no cinema, abrindo caminho para muitos outros artistas negros no Brasil e no mundo”, emitiu o Google Brasil no twitter. 

Nascida em 1921, no Rio de Janeiro, Ruth se interessou pelo teatro ainda durante a infância. Após ter conhecimento sobre o grupo de atores liderados por Abdias do Nascimento, no Teatro Experimental Negro do Rio, fundado no ano de 1944, ela ingressou na arte e estreou no palco com o espetáculo O Imperador Jones, de Eugene O’Neill, em 1945.  Com a bolsa de estudo da Fundação Rockefeller, a carioca estudou por um ano na Universidade Harvard, em Washington, e também na Academia Nacional do Teatro Americano, em Nova York.

A vida profissional de Ruth se deu tanto no cinema quanto na TV. Ela participou de 30 filmes nacionais e internacionais, e mais de 20 novelas. Entre os retornos relacionados, as contribuições da atriz estão a premiação recebida em 1975 como Melhor Atriz Coadjuvante, recebendo o Troféu APCA, pela atuação em Pureza Proibida. Também venceu em 2004, por meio do Festival de Cinema de Gramado, o prêmio de Melhor Atriz pela atuação no filme Filhas Do Vento, e o último foi pelo 5º Festival Brasil de Cinema Internacional, onde recebeu o título de Melhor Atriz Coadjuvante pelo papel em Primavera.

O falecimento da Grande Dama do Teatro Negro aconteceu em 28 de julho de 2019, aos 98 anos, em decorrência de uma pneumonia.

Itaú também realiza atividades culturais para artista

O Itaú Cultural celebrou o aniversário de Ruth com a divulgação do material especial sobre a artista no seu site. Com conteúdo sobre memórias, história no teatro, cinema e televisão, o material também exibe ações que perpetuam e difundem a relevância do trabalho de D. Ruth. Duas cartas complementam a composição, sendo uma de 2019 e a segunda de pouco antes de sua morte. Outras 99 cartas serão exibidas na próxima edição do Festival de Teatro Negro de São Paulo.

__________

Com informações do Notícia Preta.

Postar um comentário

0 Comentários