Vinícius Freire, líder do Ministério Nissi, critica desunião de grupos protestantes em Altaneira


Vinícius Freire. (FOTO/ Reprodução).

Texto: Nicolau Neto

O professor e líder do Ministério Nissi no município de Altaneira publicou na manhã desta sexta-feira, 20, no blog de mesmo nome, texto em que comemora uma década da lei 480/09 que “instituiu o dia 21 de dezembro como o dia de comemoração dos evangélicos” no âmbito da municipalidade.

Segundo Vinícius, este ano os festejos ocorreram dentro da programação referente aos 61 anos de emancipação política de Altaneira tendo como atração a Banda Som e Louvor na noite do último dia 17. O líder religioso relata que o evento teve a participação de religiosos deste seguimento das cidades circunvizinhas e de parte das igrejas deste grupo em Altaneira.

A apresentação do evento foi realizada pelo Pr. Joel Gonçalves da Igreja Liberdade Cristã que ressaltou a importância do evento para os evangélicos e contou com a participação de pelo menos mais 5 pastores locais com suas respectivas igrejas. O evento foi muito animado e elogiado por todos os presentes sendo evangélicos ou não”, destacou Vinícius.

Mas nem só de elogios foi a comemoração dos 10 anos de lei, mas de ressalvas e críticas. Vinícius afirmou que é necessária uma melhor organização do evento para 2020 e, para tanto, defendeu que a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo realize reuniões com os/as interessados/as de forma antecipada.

A crítica, no entanto, foi direcionada aos pastores do município que, segundo ele, estão colocando os interesses de seus ministérios à frente do todo. Segundo ele, Altaneira conta hoje com 12 templos de cunho protestante, mas apenas 5 participaram do evento.

Alguns líderes justificaram a ausência, mas infelizmente o que vemos em nossa realidade é a desunião das Igrejas e os interesses ministeriais e/ou pessoais dos líderes sendo colocados à frente dos interesses do que denominamos de Reino”, pontuou. “Se a maioria das igrejas e seus líderes estivessem realmente interessados em promover o Reino de Deus em Altaneira, o evangelho já teria se consolidado em nossa cidade, não apenas com eventos e/ou festas de cantores ou bandas de música gospel, mas sim, com mais pessoas frequentando as igrejas e principalmente, com mudanças sociais efetivas, de respeito ao próximo, amor e comunhão”, complementou.

Postar um comentário

0 Comentários