“Ficar em casa é a maior prevenção” diz secretária da saúde de Altaneira sobre o coronavirus


Jamila Landim, Secretária da Saúde de Altaneira. (FOTO/ Reprodução/ Instagram).

Texto: Nicolau Neto

Não é novidade que há recomendações para que as pessoas evitem locais públicos. A orientação parte do Governo do Estado do Ceará e do Governo Municipal de Altaneira em meio à pandemia de coronavírus. Camilo Santana chegou inclusive a decretar o fechamento de comércios e outros estabelecimentos no Estado, o que foi seguido pelos prefeitos.

Ainda assim, altaneirenses estão usando as redes socais, principalmente grupos de WhatsApp - como o deste Blog e o do Blog de Altaneira – para denunciarem o descumprimento estabelecidos nos decretos descritos acima. Segundo relatos, os conterrâneos estão realizando churrascos, enquanto outros estão frequentemente passeando nas ruas. Em ambos os casos contraria os documentos publicados em que consta que as pessoas devem sair de casa apenas em situação de "extrema urgência".

A Secretária da Saúde de Altaneira, Jamila Landim, entrou ontem a tarde (21/03) em contato com a redação do Blog demonstrando preocupação com os casos confirmados do Covid – 19 no Estado. Segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), o Estado registrou 84 casos de coronavirus. A capital concentra a maioria, com 76 diagnósticos. Mais próximo de Altaneira, Juazeiro aparece com 1 caso.

Mesmo sem nenhum caso confirmado em Altaneira, Jamila demonstra preocupação não só pelo descumprimento de alguns altaneirenses, mas também pelo fato de que já foi constatado a transmissão comunitária. “Agora as perguntas que a gente fazia como você teve contato com alguém que viajou? Você viajou ou veio de outro Estado? Estão obsoletas. Não precisam mais porque agora pode ter vindo de qualquer lugar”, destacou ela.

Por isso é importante que as pessoas fiquem em casa. Essa é a maior prevenção”, disse. Ela menciona que os atos higiênicos são muito importantes, mas que se não for com o devido cuidado se tornam insuficientes.  Não adianta passar álcool em tudo. Não adianta ficar lavando as mãos compulsoriamente se você sai de casa constantemente”. “Saindo de casa você se coloca em risco e coloca em risco as outras pessoas”, afirmou. "Ficar em casa é a maior prevençãoSomente com esse cuidado, com essa responsabilidade que a gente vai conseguir realmente controlar isso”, finalizou.

Postar um comentário

0 Comentários