Sandro Cidrão recepciona o professor Nicolau Neto na ALB/Araripe


Sandro Cidrão em discurso de recepção do professor Nicolau Neto na ALB/Araripe.
(FOTO/Nicolau Neto).

O professor, escritor e vice-presidente da Academia de Letras do Brasil/Secccional Araripe-CE foi o responsável por fazer o discurso de recepção do historiador, professor, palestrante, blogueiro e ativista dos direitos civis e humanos das populações negras pelo GRUNEC, Nicolau Neto, na academia.

Abaixo íntegra do discurso:

“Exmos. Senhores,

Com satisfação, recebi da diretoria da ALB/Araripe, a notícia de que seria eu, o acadêmico a recepcionar o colega José Nicolau da Silva Neto, nesta Academia.

Nascido em Assaré, mas domiciliado em Altaneira, meu ex-aluno de Canto Coral do Colégio 18 de Dezembro no Ensino Fundamental, Nicolau Neto, graduado em História pela URCA, com pós-graduação em Docência do Ensino Superior, sempre foi um aluno tranquilo, de voz calma, comprometido com o que fazia; mas trazia no olhar um misto de inquietude e inconformação; alguma coisa parecia incomodá-lo; isso era notório em seus posicionamentos. Vendo-o atualmente como ativista das causas sociais que se transformou, compreendo agora sua forma de agir na adolescência, quando não encontrava respostas coerentes para os seus ‘porquês’.

Como professor, Nicolau trabalha saindo sempre da sua área de conforto para atingir seus objetivos de educador, com palestras, explicações claras e esclarecedoras; aulas teóricas e práticas; para que seus alunos ampliem os horizontes e a forma de pensar. E no magistério tem experiências nas esferas: municipal, estadual e particular; em diversos níveis, e disciplinas como: História, Filosofia, Geografia, Espanhol, Artes, Cultura Afro-brasileira e indígena; em vários municípios caririenses.

Como ativista sociopolítico, faz parte do Grupo de Valorização Negra do Cariri – GRUNEC, e está sempre inserido nos movimentos de luta pelos direitos civis e humanos, onde se destaca como um líder, e em outras campanhas, nas busca da igualdade de direitos para as classes sociais menos favorecidas, contra a discriminação racial, e no respeito à diversidade de raça, gênero, religião, etc.

O Historiador Nicolau Neto, sempre buscou mostrar nas entrelinhas da história, o verdadeiro e o falso, o certo e o errado, o antigo e o moderno, sem uso de maquiagens e trazendo a lume, o que de inconscientemente ficou encoberto por muitos anos.

Se fizéssemos uma coletânea das matérias por ele feitas e publicadas em seu Blog Negro Nicolau, com certeza daí surgiria, um significativo livro, tendo em vista os pontos polêmicos, diversificados, importantes e atuais, por ele abordados. Um espaço que está sempre a serviço da cidadania, empoderamento e diversidade, voltado para os menos favorecidos.

A Academia de Letras do Brasil, em sua Seccional Araripe-CE, na Região Cariri Oeste, se engrandece culturalmente com a chegada do professor Nicolau. Seus conhecimentos, sua experiência, suas batalhas, com certeza hão de nos fortalecer nesse nosso afã de resgatar, preservar, valorizar e difundir a Cultura regional. Inda mais pelo fato dele ocupar a cadeira 33, cujo patrono é João Sabino Dantas, o popular João Zuba, um homem simples, agricultor, exemplar esposo e pai; porém um culturalista de mão cheia, por paixão.

E agora que o professor reencontrou seu aluno nas terras araripenses, como membro da Academia de Letras do Brasil, em sua Seccional nesta região, parabenizo o novo confrade, com minhas saudações acadêmicas: SEJA MUITO BEM-VINDO, NICOLAU.

RAIMUNDO SANDRO CIDRÃO
Acadêmico – Cadeira 12 – ALB-Araripe-CE”

Postar um comentário

0 Comentários