Projeto de Lei que cria Comenda João Zuba é apresentado na Câmara de Altaneira


João Zuba, mestre da cultura popular de Altaneira. (FOTO/Heloisa Bitu).

Texto: Nicolau Neto

Foi apresentado nesta quarta-feira, 16, na sessão da Câmara de Altaneira, um Projeto de Lei sob o nº 003/2019 criando a Comenda João Zuba. A comenda, se aprovada, visa condecorar pessoas físicas que tenham prestado ou prestem importantes serviços em prol do desenvolvimento da cultura popular do município.


De acordo com o texto, a Comenda João Zuba será de iniciativa Câmara Municipal de Altaneira, devendo, pois, vir amparada de justificativa e documentos comprobatórios do mérito do ou da possível agraciado/a, para fins de sua submissão à aprovação em plenário da casa legislativa e está de acordo com os “princípios e diretrizes dos Sistemas Estadual e Nacional da Cultura”. Os agraciados e as agraciadas deverão “diferenciar-se por sua atuação no âmbito da cultura popular” e “ser autor ou autora de trabalho de reconhecimento municipal ou regional no âmbito da cultura popular que a divulgue/preserve”.

Em conformidade com o Art. 5º do PL, “em caso de aprovação, a entrega da medalha será feita pelo Poder Legislativo, em evento aberto ao público, a ser realizado, preferencialmente, no dia 05 de junho de cada ano (data de nascimento de João Zuba), após divulgação no sítio eletrônico da casa e nos demais veículos de comunicação".

O PL foi apresentado pela vereadora Zuleide Oliveira (PSDB). Ao mesmo tempo foi apresentado também mais dois projetos. O primeiro deles sob o nº 004/2019 é de autoria do vereador Antonio Leite (PDT). Pela redação propõe denominar o museu público de Altaneira de Francisco Fenelon Pereira (Clique aqui e confira um pouco sobre Chico Fenelon). Já o segundo (005/2019), de autoria do vereador Valmir Brasil (PDT) propõe denominar quadra de esportes do Sitio Cachimbo de Vicente Ferreira Lima. Em contato com a redação do Blog, o presidente da Câmara, o vereador prof. Adeilton (PSD) afirmou que conversou com Antonio Leite no sentido apresentar emenda alterando o prédio a ser denominado. Em vez do museu, seria o prédio que sedia a prefeitura.

Quem foi João Zuba

João Sabino Dantas, popularmente conhecido por João Zuba. Filho de José Sabino Dantas e Maria das Dores de Jesus, que abraçaram a agricultura como local de trabalho e para a manutenção da família, João Zuba nasceu no sítio coité, zona rural do município de Assaré, no Ceará, em 05 de junho de 1945 e faleceu com 71 anos na noite do dia 24 de fevereiro de 2017 em face de problemas respiratório e de diabetes que acabou gerando um excesso de glicose circulando no sangue, causando problemas nos vasos sanguíneos e no coração.

Agricultor por profissão, mestre da cultura popular por paixão. Foi um exímio exemplo de esposo e pai. Passou boa parte de sua vida construindo cacimbas, quando as águas do açude pajéu ainda não eram realidade nas residências dos munícipes, além de ter trabalhado durante anos moendo cana-de açúcar no engenho no sítio Catolé, município de Assaré. Mas foi na Banda Cabaçal que ele passou a ser conhecido no imaginário popular, principalmente nos municípios do cariri oeste.

Postar um comentário

0 Comentários