Estudantes da Escola Welington Belém de Figueiredo, em Nova Olinda, criam jogo educativo que alia teoria e prática


Estudantes do 2º ano do curso técnico em Redes de Computadores e os professores
Sandro Elias e Edisangela de Araújo que idealizaram jogo educativo.
(FOTO/Encaminhada ao Blog).
Texto: Nicolau Neto

Tornar a sala de aula atrativa despertando o interesse de estudantes pelos conteúdos científicos é, sem dúvida, um dos maiores desafios de professores e professoras no século XXI.


A concorrência com as tecnologias, o mundo digital e as redes sociais – Facebook, Whatsapp e Instagram – também dificulta a rotina de milhões de profissionais de ensino no pais. “Aulas diferenciadas” são o que mais tem-se ouvido nos últimos tempos de discentes. Mas as o mundo tecnológico não pode e nem deve ser visto como o vilão, ao contrário, é uma das mais importantes ferramentas a serviço da educação.

E é com esse pensamento que alunos, alunas e professores/as da Escola Estadual de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo, em Nova Olinda, na microrregião do cariri oeste cearense, desenvolveram um projeto que resultou na criação de um Protótipo de Jogo Educativo. Idealizado por estudantes do segundo ano do Curso Técnico em Redes de Computadores sob a orientação da professora de Geografia Edisangela Sales de Araujo e do professor do curso técnico Sandro Elias Porfírio, o projeto intitulado “PROJETO GEOGAME: WORLD OF MOVING” (Projeto Geogame Mundo em Movimento), visa abordar a movimentação do homem pelo meio geográfico natural, que historicamente deu origem aos meios de transporte.

Segundo os idealizadores do jogo, apesar de ser protótipo ele “já causa empolgação na classe estudantil e será apresentado ao público na Feira de Ciências da instituição que será realizada no próximo dia 30 de outubro, manhã e tarde”.

Compõem o corpo discente Wenderson Soares, Mylena Soares, Francisco Antonio, Pablo Cidrão, Pedro Rafael Pereira, João Victor Rodrigues, Katharine Avelino e Luiz Israel de Melo.

Abaixo outras fotos:




Postar um comentário

0 Comentários