Enem 2021: número de negros e indígenas inscritos cai mais de 50%

 

Enem 2021: número de negros e indígenas inscritos cai mais de 50%. (FOTO/ Getty Images).

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou o menor número de inscritos desde 2007. Por conta da pandemia do novo coronavírus, houve também uma redução mais acentuada na participação de candidatos negros e indígenas, em comparação com a última edição da prova. Em 2020, eram aproximadamente 2,7 milhões de estudantes, mas neste ano foram 1,3 milhão inscritos – uma redução de 51,7%. Em números percentuais, a queda de pessoas pretas (53,1%) e indígenas (54,8%) foi ainda maior. Em contrapartida, considerando os candidatos brancos, a diminuição foi mais sutil: de 35,8%.

O levantamento foi feito pelo Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), a pedido da Globonews, com base nos microdados de inscritos no Enem 2021 e apontou que neste ano, foram 3,1 milhões de inscritos – uma redução de 2,6 milhões com relação ao ano passado, que somou mais de 5,7 milhões de pessoas para realizar a prova.

No levantamento do Semesp, em 2020, 63,2% dos estudantes eram negros, amarelos ou indígenas. Neste ano, eles representam 56,4% do total. No entanto, os estudantes brancos passaram a ter maior representatividade: saltaram de 34,7% em 2020 para 41,5% em 2021.

O estudo informa que a classificação dos candidatos é feita com base na autodeclaração opcional dos alunos, no momento da inscrição.

___________

Com informações do Notícia Preta.

Postar um comentário

0 Comentários