“Sou mulher, negra e estou a fazer parte da história dessa vez”, diz a 1ª a receber a vacina contra a Covid-19

 

Primeira brasileira vacinada contra a Covid-19 exibe seu cartão de vacinação. (FOTO/ Reprodução/ CNN).

Por Nicolau Neto, editor-chefe

"A confiança na ciência e o agradecimento devido aos profissionais da saúde que atuam incansavelmente na linha de frente do combate à pandemia. A primeira pessoa a ser vacinada no Brasil é uma mulher, negra e trabalhadora da enfermagem", foi com essa frase que Sâmia Bomfim, deputada federal em São Paulo pelo PSOL, relatou essa grande vitória da ciência que traz esperança para brasileiros e brasileiras.

A página “Blogueiras Negras”, na rede social Facebook, destacou a fala da primeira brasileira vacinada, a enfermeira Mônica. “Sou mulher, negra, vim da zona leste e estou fazer parte da história dessa vez", disse ela.

As Blogueiras Negras frisaram ainda que Mónica, “uma mulher preta, enfermeira, periférica é a história viva, pulsante, na linha de frente da maior pandemia que já enfrentamos” e menciona “você é a cara de minha tia, tem os olhos da minha avó, é toda parecida com minha mãe.... D E S T E M I D A !

Na página, Mônica é vista ainda como aquela que nomeou “seu lugar na luta” e que engrossou “o coro de que ela é um corpo político, jamais seria cobaia”. “Precisam de você para que o SUS continue. Precisam de nós, população negra profissionalizada que vai atender no SUS, nos lugares em que os brancos não querem estar”, relata.

Não sejamos ingênuas. Há milhares de Monicas na linha de frente salvando vidas. Há milhares de Wilsons Paes de Pádua, homem negro e enfermeiro que foi a 2ª pessoa a ser imunizado. Nós estamos por todo lado! Não podem evitar nossa presença, mas continuarão fazendo de tudo para manter a marcha fúnebre”, escreveu as Blogueiras Negras.

O dia de hoje foi visto como esperança depois de meses de angústia. “Temos vacina! Viva a Ciência brasileira que resiste bravamente. Viva o SUS! Viva todas as Mônicas, Wilsons e Vanusas desse país!”, finalizou a nota.

Postar um comentário

0 Comentários