Quatro jovens negros caririenses que você precisa conhecer


Quatro jovens negros caririenses que você precisa conhecer.
(Da esq. para a dir. Korolyne, Márcio, Júlia e Alan). (Montagem/Blog Negro Nicolau).

Texto: Nicolau Neto

Em meio as discussões sobre preconceito, discriminação e racismo que cotidianamente são manifestadas, principalmente contra aquelxs que lutam pela superação das desigualdades raciais, e tendo em consideração o mês da consciência negra, o Blog Negro Nicolau fez um levantamento mini biográfico de quatro jovens negrxs que são verdadeiros exemplos em ativismo nas causas negras:

Ana Karolyne

Estudante de Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), em Juazeiro do Norte, Ana Karolyne, residente no município de Nova Olinda.
Karol, como é mais conhecida, sempre esteve na linha de frente – ainda no ensino médio -, das manifestações contra as reformas já aprovadas no governo Temer (MDB) e contra as em andamento no governo Bolsonaro (PSL).

Enquanto estudante de Jornalismo na UFCA, incorporou ao seu cotidiano as ideias dos movimentos feministas, negro e LGBTTs. Vem constantemente participando de fórum, rodas de conversas e palestras com foco nas causas negras. As duas últimas participações foram I Fórum Interescolar da Escola Padre Luís Filgueiras em 2018 (Nova Olinda) abordando o tema "O Movimento Feminista e a Luta pelos Direitos da Mulher” e de uma mesa redonda desta mesma escola a partir do projeto “A cor de uma voz” discutindo sobre “Identidade e Empoderamento”. Karol é integrante do Coletivo Juntas, da Rede de Mulheres Negras do Ceará e do Coletivo Regional Pretas Kariri.

Márcio dos Santos

Formado em Designer de Produto pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), Márcio dos Santos é um dos principais defensores da cultura como forma de libertação. O jovem junto a outrxs tem dado a Nova Olinda um papel de destaque fora do eixo político partidário ao integrar o Armazém do Saberes, um projeto que visa repensar as cidades e vivenciar as culturas. Márcio transita por todos dos movimentos sociais negros.

Sua última participação foi no dia 19 deste mês na mesa redonda organizada pela Escola Padre Luís Filgueiras através do projeto "A cor de uma voz” onde falou de “Igualdade Racial”.

Júlia Simão

Júlia é estudante do curso de Ciências Sociais na Universidade Regional do Cariri (URCA) e vem participando ativamente de discussões sobre as causas negras.

Dentre suas últimas participações, destaque para a roda de conversa promovida pelo curso de pedagogia da URCA, através do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR), idealizado pela professora doutora Cícera Nunes. Neste encontro Júlia frisou a respeito de suas experiências de luta nos coletivos negros e de mulheres negras. Ela, que reside em Crato é integrante da Rede de Mulheres Negras do Ceará, o Coletivo Regional Pretas Kariri e do Grupo de Valorização Negra do Cariri (GRUNEC).

Alan Cordeiro

A exemplo de sua antecessora, Alan é estudante do curso de Ciências Sociais na Universidade Regional do Cariri (URCA) é vem se tornando uma das principais referências da juventude negra do cariri pelo seu ativismo.
Sua última participação ocorreu ontem no município de Jardim, na região do cariri, no I Seminário da Consciência e Representatividade Negra.

Alan que reside em Nova Olinda é integrante do Coletivo Juntos e a exemplo de Márcio Santos, transita por todos os movimentos sociais negros do cariri.

Postar um comentário

0 Comentários