Conheça o filme “Vista Minha Pele” que trabalha as relações raciais nas escolas


Vista Minha Pele. (FOTO/ Reprodução/ YouTube).

Texto: Nicolau Neto

O filme Vista Minha Pele, produzido pelo CEERT e com o roteiro de Joel Zito Araújo e Dandara, foi lançado em 2003. Esta produção audiovisual é uma das pioneiras na discussão sobre o racismo no ambiente escolar, sendo também, uma das mais vistas sobre este tema.


Segundo o CEERT, o filme foi e ainda é muito utilizado em formações de professoras e professores, atividades com estudantes, etc. Além disso, o filme também motivou inúmeros análises e estudos acadêmicos.

Nesta história, onde são invertidas as posições de negros e brancos na sociedade, somos convidados/as a refletir sobre o impacto do racismo e a experiência da branquitude. Você já imaginou um mundo onde os negros são a classe dominante e os brancos são os dominados? Onde os brancos foram os escravizados, e os países europeus são subdesenvolvidos enquanto os países da África são desenvolvidos? Onde os padrões de beleza e as referências midiáticas são compostas por pessoas negras? Não?, indagada o CEERT. Então, assista e Vista Minha Pele!

No filme, Maria é uma menina branca, pobre, que estuda em uma escola particular por ter ganho uma bolsa-de-estudo graças ao fato de sua mãe ser faxineira no colégio. Maria sonha em ser a miss festa junina, mas é constantemente hostilizada pela maioria de seus colegas por sua condição social e cor de pele. A exceção é sua amiga Luana, filha de um diplomata que, por ter morado em países pobres, possui uma visão mais abrangente da realidade.

Abaixo o filme.


            

Postar um comentário

0 Comentários