Solenidade marca 02 anos de fundação da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe


Integrantes da Academia de Letras do Brasil/Seccional Araripe.
(FOTO/Aristóteles Alencar/Arquivo do Blog).

Texto: Nicolau Neto

Diversos acadêmicos e acadêmicas se reuniram na tarde deste sábado, 09, no município de Araripe, na sede regional da Academia de Letras do Brasil (ALB/Araripe) visando comemorar os dois anos de fundação e instalação desta entidade.


A Academia de Letras do Brasil (ALB) se configura como uma entidade nacional, se fazendo presente em 80% do território brasileiro e com atuação fora do país. No Ceará, ela chegou em 02 de julho de 2016 sob a presidência de Luiz Aldir da Silva e já conseguiu empossar 55 (cinquenta e cinco) membros fundadores efetivos e vitalício.

Já no município de Araripe, a Seccional foi instalada no dia 27 de outubro de 2017, representando também as cidades de Altaneira, Campos Sales, Potengi, Salitre e Santana do Cariri. Em 2018 para comemorar seu primeiro aniversário, a Seccional Regional Araripe preparou uma grande e diversificada tendo como atrações uma exposição de arte com óleo sobre tela do escritor, artista plástico e acadêmico de Santana do Cariri Raimundo Sandro Cidrão concomitantemente a posse individual de Adriano Sousa, que naquela oportunidade era presidente da seccional e apresentou trabalho de pesquisa sobre a patrona Noemi de Alencar Arraes, além da diplomação de dez novos integrantes, dentre eles dois de Altaneira – os professores Nicolau Neto e Socorro Lino.

Este ano, a solenidade contou com um jantar comemorativo e a diplomação do acadêmico Erisberto Souza. Integrantes da entidade se reversaram nos discursos. A professora de Nova Olinda, Luciana França, cadeira 17, assim definiu o momento: “momento maravilhoso de motivação: proferido através dos discursos dos acadêmicos, nas palavras edificantes do Pastor Douglas, no brilho do olhar de cada um e no abraço do reencontro”.

Com um discurso forte e agregador, o vice-presidente Raimundo Sandro Cidrão lembrou do momento de instalação da ALB no município de Araripe, um evento que contou com uma programação extensa que procurava mostrar quão grandioso era aquele acontecimento para a Cultura regional. Para ele, um divisor de águas nos anais da história de nossa Literatura.

Como Vice-Presidente, minha alegria transborda neste momento, pois vejo nesta instituição literária o meu desejo se concretizando, ao ver em cada município sua história resgatada, bem como suas personalidades e vultos históricos locais; de presenciar a valorização em vida àqueles que em muito contribuíram e muito pouco foram lembrados; do trabalho conjunto em função da coletividade; do legado histórico, do resgate artístico-cultural”, destacou.

O professor, ativista dos direitos civis e humanos da população negra e blogueiro, Nicolau Neto, reforçou o que afirmou em seu discurso de posse onde demonstrou que apesar do pouco tempo de atividade, a academia já tem dado sinais de que veio para ficar e tem desenvolvido um trabalho impar e de referência na microrregião do cariri oeste do Estado do Ceará em que pese a cultura.

Atualmente, a ALB tem como presidente Antonia Lúcia Nunes de Alencar Almeida, que ocupa a cadeira 07 sucedendo o poeta e fundador da seccional regional Adriano de Sousa, cadeira 02 e que ora está como diretor de patrimônio. Esta mesma instituição cultural tem como patrona Elizabeth Antão de Oliveira Lima, professora, escritora e integrante da União Brasileira dos Escritores (UBE).

Postar um comentário

0 Comentários