“Precisamos repensar a escravidão, porque o que aprendemos nos livros são mentiras”


Foto: Ilene Perlman – Sheila Walker em visita ao Taj Mahal, na Índia. 

A antropóloga afro-americana e diretora executiva da ONG Afrodiáspora, Sheila S Walker esteve rodando o Brasil para lançar seu último livro Conhecimento desde dentro – os afro-sul-americanos falam dos seus povos e suas histórias. Sheila, que também é cineasta, conjuntamente com o livro lançou o filme Rostos familiares, lugares inesperados – uma diáspora africana global, em que aborda os universos da diáspora africana.

Sheila foi diretora do Programa de Estudos da Diáspora Africana e professora de Antropologia no Spelman College, uma universidade de mulheres afro-americanas em Atlanta, no Estado da Georgia, e antes dirigia o centro de estudos africanos e afro-americanos da Universidade de Texas, em Austin. Ela tem feito pesquisas, dado palestras, e participado em atividades culturais na maioria dos países da África e da Diáspora Africana Global.

Nesta conversa com a coluna Geledés no debate ela ressalta a importância de se conhecer a história da diáspora africana. A antropóloga, que visita o país desde a década de 80, também apontou as diferenças que hoje encontra em relação ao posicionamento da população sobre as questões raciais.

Clique aqui e confira íntegra da entrevista

Postar um comentário

0 Comentários