Blog Negro Nicolau espalha sementes e inspira pessoas a lutarem por equidade de direitos, por Guilherme Santos


Guilherme Santos. (FOTO/ Lucélia Muniz).
Guilherme Silva Santos, residente no município de Santana do Cariri e acadêmico de História na Universidade Regional do Cariri (URCA), foi mais um jovem a encaminhar via WhatsApp mensagem de apoio e de sugestão pela passagem dos oito anos do Blog Negro Nicolau na rede mundial de computadores.

Guilherme concluiu o ensino médio no ano de 2017 na escola de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo (Nova Olinda) no curso técnico em Edificações. Ao longo da etapa final da educação básica, demonstrou um apego maior pelas disciplinas de ciências humanas, sendo um dos mais ativo de sua classe. Prestou vestibular para História na URCA, campus pimenta, em Crato, logrando êxito.

O jovem universitário também dedica tempo a construir textos relacionados ao meu lugar de fala- o de jovem universitário vindo de zona rural em pleno Cariri Oeste para seu blog “Falando Aqui Mesmo”.

Abaixo íntegra da mensagem de Guilherme Santos:

O BNN é uma magnífica ferramenta de luta das classes ditas del minoria do Cariri Oeste. Idealizada e sustentada por um grande ídolo para mim ao qual tive a honra de ser aluno e posteriormente colega de trabalho que muito me inspira enquanto professor e enquanto pessoa.
A partir das lutas e das bandeiras levantadas no BNN me surgiu a ânsia de me lançar a escrever sobre questões relacionadas ao meu lugar de fala: o de jovem universitário vindo de zona rural em pleno Cariri Oeste.
Desta forma, nesses anos todos o Blog Negro Nicolau surge na minha vida como modelo de luta e de trabalho e o companheiro Nicolau se apresenta como referência no meu futuro como professor e acadêmico de história bem como blogueiro no meu Blog o Falando Aqui Mesmo (FAM) que se inspira nessa vida e luta do BNN. 
Nicolau e BNN, eu, o FAM e todo o Cariri Oeste só temos a agradecer. Parabéns por espalhar a semente e inspirar tantas pessoas a lutar por equidade de direitos.

Veja também:




















Postar um comentário

0 Comentários