Voto do vereador Flávio Coreia causa estranheza no meio político de Altaneira



Apenas um voto. Mas foi motivo para causar estranheza no meio político partidário de Altaneira. O autor da proeza? Flávio Correia com assento na Câmara pelo Solidariedade e que já foi líder do ex-prefeito Delvamberto Soares.

O fato ganhou as redes sociais tão logo o advogado e blogueiro Raimundo Soares Filho publicou na manhã desta terça-feira, 13, em seu Blog de Altaneira. Flávio, que é relator da Comissão Permanente da casa, acabou por emitir parecer a aprovação da Contas de Gestão do ex-prefeito Antonio Dorival de Oliveira referente ao exercício financeiro de 2006.

No Blog, Soares questiona que o edil ao votar pela aprovação das contas de Dorival “não cita nenhuma das ressalvas apontadas pelo TCM, nem mesmo o fato de que o então gestor não enviava as contas para análise do Legislativo, motivo de diversas cobranças de seus antecessores Albino Aves, Deza Soares, Devaldo Nogueira e Lélia de Oliveira”, mas que ele ressaltou apenas “o extinto Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará, em análise de recursos de reconsideração e de revisão entendeu considerar as Contas de Gestão do ex-prefeito Municipal de Altaneira, regulares com ressalva, ainda que com aplicação de multa”.

Na rede social facebook, o caso ganhou destaque. “Mais estranho que o Parecer do vereador Flávio Correia é a falta de informações sobre este processo de julgamento que tramita na Casa do Povo desde novembro do ano passado”, disse Soares. A crítica foi endossada pelo vereador Adeilton Silva (PSD). “De fato fiquei surpreso quando fomos questionados a respeito da divulgação das informações a respeito desse processo de julgamento. Iremos solicitar da assessoria legislativa maior transparência na divulgação desse processo”, comentou.

As críticas foram rebatidas tanto pela assessoria de comunicação do legislativo, quanto pelo presidente. “Surpreso estou eu com o comentário do vereador já quê esste questionou no plenário da última sessão ordinária porquê foi lidos os pareceres no plenário para da publicidade”, argumentou o presidente Antonio Leite (PDT) e complementa “venho sempre cobrando da comissão o parecer dessas contas no qual foi dado parecer na comissão semana passada e apresentado o parecer na sessão do dia sete de março para quê fosse dado publicidade e em seguida marcada a sessão do dia 28 de março para votação cumprindo prazo regimental de dez dia pos notificação do ex gestor quê foi notificado ontem dia 12/03”.

Júnior Carvalho, Assessor de Comunicação, contrariou os argumentos citados. “Foi dado toda publicidade, foi lido os pareceres no plenário e publicado no site da casa. Mais publicidade impossível” e aproveitou para alfinetar o vereador Adeiton. “Por outro lado, segundo diz a matéria que o líder de oposição deu a informação do parecer de 2006 e não falou nada sobre parecer que também foi dado do ano 2005 que o vereador votou pela desaprovação das contas do ex- prefeito Dorival. No minimo estranho”, pontuou.

O blogueiro Raimundo Soares ainda teceu críticas ao ex-vereador, ex-secretário de educação e hoje secretário de governo Deza Soares. “O vereador Deza Soares era o mais ferrenho crítico do ex-gestor, mas provavelmente também mudou de opinião”. Mas Deza rechaçou. Segundo ele as críticas direcionadas a si são sem fundamentos. “Não conheço nenhum motivo para tal, portanto, só mais uma crítica sem fundamento”.

Vereador Flávio Correia.
(Foto de Aquivo).
Em sua conta no facebook, a Câmara ainda divulgou nota de esclarecimento de Flávio acerca do tema. Por ela, o edil destaca que no período em evidência não exerceu a vereança e que por isso preferiu “emitir um juízo técnico, o primeiro – com sustentação nas apurações realizadas pela CPI da Câmara, relatório de tomada de contas do TCM/CE e da Justiça Federal, que apuraram a contratação com irregularidade dos contratos de serviços de coleta de lixo domiciliar e compra de medicamentos e produtos hospitalares; o segundo – pelas diversas pesquisas realizadas junto aos órgãos de acompanhamentos e de fiscalização da administração naquele ano, onde nada foi localizado, seja denunciatório, de provocação ou apuração, ou seja, no ano de 2006, esta Câmara Municipal, por seus nove integrantes, não apresentaram ou representaram contra qualquer ato do gestor” e finaliza argumentando “digo e reafirmo, que proferi os votos de acordo com a minha consciência”.

Está marcada para o dia 28 deste mês uma sessão para julgar as contas do ex-prefeito Dorival, podendo contar com sua presença.

___________________________________________________________________________

A redação do Blog Negro Nicolau (BNN) comunica que as citações contantes nesta matéria foram retiradas da mesma forma que foram postadas.

Postar um comentário

0 Comentários