Depois de quase um mês, volta a chover em Altaneira



A última pancada de chuva antes da registrada nesta sexta-feira, 23, tinha ocorrida no dia 28 de fevereiro. De lá para cá, foram 21 dias ensolarados.

A angústia era visível em agricultores e agricultoras. “Sem não chover, vamos perder nossas plantações”, dizia um. Mas a esperança ainda era a tônica na grande maioria que aguardava ansiosos para o dia 19 de março que, segundo eles, é sinônimo de chuva. “No dia de São José sempre tem chuva. Vamos aguardar”, pregava esperançoso outro.

Mas a segunda-feira foi embora e chuvarada passou longe de Altaneira. Março parece que veio mesmo para confrontar com fevereiro. Enquanto este rendeu 355.50 mm distribuídos em 13 dias, os altaneirense tiveram que se contentar com apenas 10 mm. Os primeiros pingos começaram por volta das 1h30mim da manhã desta sexta-feira. Os dados foram colhidos junto a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

O professor José Evantuil, um dos que apostava em pancadas de chuva no dia do padroeiro do Estado do Ceará, registrou garoas (foto que ilustra a matéria) ainda pela manhã. “Embora o dia de São José tenha passado em seco. Hoje amanheceu nessa garoa”, escreveu ele em sua conta no facebook.

Rua José Rufino de Oliveira, em Altaneira. (Foto: José Evantuil).




Postar um comentário

0 Comentários