Seminário Negras e Negros no Ceará acontecerá na próxima terça-feira (06)


Seminário Negras e Negros no Ceará acontecerá na próxima terça-feira,06.
(FOTO/Reprodução).

Texto | Nicolau Neto

As inscrições para o I Seminário Negras e Negros no Ceará: escritas, ativismos e sociedade foram encerradas na última quarta-feira, 31 de julho. O evento é uma realização de grupos e núcleos de estudos voltados para a pesquisa sobre Africanidade, afrodescendência, história e cultura afro-indígenas, relações raciais e de gênero das principais universidades do Estado do Ceará.

De acordo com a comissão organizadora, o seminário visa recuperar trajetos históricos, sociais, culturais e acadêmicos dos afro-cearenses, trazendo para o cerne do debate formas de resistência contra as penalidades do racismo no passado e no presente, os caminhos postulados pelo movimento de organização contemporâneo, memórias, indicadores sociais e políticas públicas governamentais.

Objetiva também, como espaço de debate social e acadêmico, fazer balanços das produções científicas, em diferentes áreas do conhecimento, dedicadas ao tema e que marcaram e marcam a revisão historiográfica, sociológica ou educacional, dentre outras, e das memórias e histórias do protagonismo do movimento social negro cearense.

O evento contará com oficinas, simpósios temáticos e mesas redondas. Dentre estas últimas, destaque para “O movimento negro no Ceará: memórias, trajetórias e projetos políticos”; “Intelectualidade negra no Ceará: produção acadêmica e posicionamento político”; “Escravidão, Relações raciais, pós-abolição e comunidades quilombolas no Ceará”; “Educação, ensino e relações étnico-raciais: experiências e perspectivas para o estado do Ceará” e “Povo negro no Ceará: demandas sociais e políticas públicas”.

A Universidade Regional do Cariri (URCA), Universidade Estadual do Ceará (UECE), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Vale do Acaraú (UVA) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira/Unilab-CE, além de realizadoras estão como instituições parceiras.
________________________________
Para saber mais sobre clique aqui.

Postar um comentário

0 Comentários