PCdoB do Ceará quer oposição a Michel Temer unida nas eleições de 2018


A defesa da união de partidos de oposição ao governo de Michel Temer foi um dos assuntos defendidos na 23ª Conferência Estadual do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). O encontro, que durou todo fim de semana, encerrou-se na tarde de ontem. O encontro ocorreu no auditório da Assembleia Legislativa do Ceará.

Nosso partido está convencido de que para barrar e inverter esse caminho ruinoso do governo de Michel Temer precisamos de uma união. Fragmentadas, as forças de esquerda não vão a lugar nenhum”, defendeu o secretário nacional de Política e Relações Internacionais do partido, José Reinaldo Carvalho.

O representante nacional do PCdoB reforça a necessidade de um nome que centralize os partidos de oposição nas eleições de 2018. “Todas as candidaturas são legítimas, mas vamos ter que encontrar um denominador comum, que seja expressa em uma candidatura única e um programa comum que contemple o resgate da questão social, democrática e nacional”, disse.

No encerramento do encontro, foram eleitos os 65 membros do Comitê Estadual, dos quais será escolhida a diretoria da sigla pelos próximos dois anos.

A equipe só será definida em nova eleição marcada para o dia 9 de dezembro. (Com informações de Rômulo Costa, no O Povo).

PCdoB encerrou ontem à tarde sua Conferência Estadual. (Foto: Divulgação).



Postar um comentário

0 Comentários