De Dandara a Tia Simoa: mulheres negras que lutaram contra a escravidão

 

De Dandara a Tia Simoa: mulheres negras que lutaram contra a escravidão. (FOTO/ Reprodução/ Canal de Nicolau Neto no YouTube).

Por Nicolau Neto, editor-chefe

A História do Brasil lida nos livros didáticos é, na sua grande maioria, a História que reforça a colonização e concomitantemente o apagamento da luta e da resistência do povo negro a um dos maiores crimes praticados no país – o processo de escravidão. E essa mesma trajetória histórica é replicada em quase todas as salas de aula sem que se faça uma análise profunda. Mas isso está mudando. Felizmente.

Não é muito comum perceber na historiografia o negro fora do imaginário colonizador e europeizante. Aquele visto simplesmente como “inferiores”, prontos para serem escravizados e açoitados. Mas essa trajetória está, aos poucos, sendo modificada por historiadores, historiadoras e demais profissionais interessados em contar a história do povo negro por eles próprios.

De certa forma a lei 10.639/03 vem contribuindo com essa nova narrativa, mesmo em um cenário em que as escolas ainda possuem uma deficiência muito grande com relação ao seu cumprimento.

Pensando nisso, gravei um vídeo para meu canal no YouTube em que cito algumas mulheres negras que contribuíram sobremaneira para o fim da escravidão no Brasil que durou mais de três séculos. Nosso objetivo é demonstrar que a história do povo negro é feita de muita luta, de liderança e de resistência e que, nesse caso em específico, não há libertação, não há abolição da escravatura sem a participação direta, decisiva e constante do povo negro.

Abaixo o vídeo em que falo de algumas dessas mulheres:

            

Postar um comentário

0 Comentários