Maria Cibele, estudante de 10 anos, escreve sobre o Racismo


Maria Cibele. (FOTO/ Arquivo pessoal).

Ana Maria Cibele Silva Lima reside em Nova Olinda, na microrregião do cariri cearense. Estudante de 10 anos, branca, ela escreveu sobre um dos principais cânceres do país, o Racismo.

O texto é curto, porém cheio de detalhes e informações que contribuem para quaisquer professores/as de História usar em suas aulas. Um texto que é uma aula para muitos dos que ainda recusam a existência do racismo no Brasil e para aqueles/as que mesmo reconhecendo-o, se recusam a tratar com a devida seriedade.

Cibele é aluna do 5º ano do Centro de Educação Básica (CEB), escola particular de Nova Olinda e é filha e sobrinha das professoras Ana Claudia Rodrigues da Silva e Francisca Valéria Rodrigues da Silva, respectivamente.

A estudante encaminhou o texto para o Blog e ainda reconheceu o trabalho que esta mídia negra faz. “Vamos lutar contra esse problema tão feio. Vamos lutar contra o racismo. O Blog Negro Nicolau luta contra o racismo”. É com essa mensagem que ela encerra o texto:

Texto como esse faz com que não desistamos.

Vamos a ele:

O racismo é uma coisa muito feia. As pessoas devem respeito aos negros. Os negros são iguais aos brancos, indígenas, etc.

Nesse planeta existe mais racismo do que amor ao próximo. Mas as pessoas esquecem que existe uma lei contra o racismo. Elas não respeitam. Hoje, os negros trabalham, recebem salários. Antigamente, os negros foram escravizados pelos brancos. Eles eram muito infelizes e lutavam para que um dia fosse livre daqueles sofrimentos.

Atualmente eles têm liberdade, mas é mesmo que nada e lutam para não voltarem ao que eram antes. Nós temos que mudar para que isso não volte a acontecer. Vamos ajudar os negros para que eles não vivam isso novamente. 

Isso é estudado nas escolas. Mas mesmo as pessoas sabendo disso, eles não acreditam que os negros precisam ser tratados de forma igual a nós.

Vamos lutar contra esse problema tão feio. Vamos lutar contra o racismo. O Blog Negro Nicolau luta contra o racismo.

Postar um comentário

0 Comentários