Uneafro encaminha proposta ao Senado para aumentar punição para crimes motivados por racismo policial

 

Violência policial: negros e minorias são as maiores vítimas das abordagens policiais violentas e dos abusos de autoridades. (FOTO/ Fernando Frazão/ Agência Brasil).

O Senado Federal acolheu uma sugestão legislativa que prevê aumento de 50% das penas de policiais e agentes públicos de segurança em crimes de racismo. A proposta foi apresentada pela Uneafro Brasil, organização que integra a Coalizão Negra por Direitos, representante de mais de 150 entidades do movimento negro no país. O relator é o senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado (CDH). Se for aprovada nessa comissão, a matéria poderá tramitar sob a forma de projeto de lei.

“Como relator, vou dialogar com toda a sociedade. Os profissionais da área, os negros, os brancos, os índios, com os movimentos sociais, as entidades representativas, enfim, com todos os setores”, afirma Paulo Paim. “O Brasil não suporta mais tanta dor e injustiça”, defende o senador ao analisar a questão dos policiais que atuam com racismo.

______________________________________

Com informações da RBA, CEERT e Agência Senado


Postar um comentário

0 Comentários