III Fórum Estadual dos Grêmios Estudantis fortalece atuação protagonista dos alunos

 

Prof. John Wile ao lado de gremistas da Escola de Educação Profissional Wellington Belém de Figueiredo em Fortaleza. (FOTO | Reprodução | Instagram).

O III Fórum Estadual dos Grêmios Estudantis foi encerrado, nesta quinta-feira (9), após a realização de vasta programação com a participação de lideranças estudantis de todo o Ceará. Com o tema “Juventudes e participação democrática – inspirando, engajando e agindo no cotidiano escolar”, o encontro teve palestras, mesas temáticas e apresentações culturais ao longo de dois dias, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. O Fórum teve o objetivo de fortalecer a atuação protagonista dos alunos, por meio do diálogo e da participação nas decisões, de forma que possam contribuir ativamente com a gestão das unidades de ensino.

Liedson Alves, de 17 anos, é presidente do Grêmio da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Ícaro de Sousa Moreira, em Fortaleza, onde cursa a 1ª série do Ensino Médio técnico em Eventos. Na visão do jovem, a experiência no cargo tem sido inspiradora e desafiadora, com o conhecimento de habilidades como flexibilidade e escuta ativa dos colegas.

Eu queria ser protagonista dessa história. Não apenas ver, mas fazer acontecer. A escola sempre pode melhorar e considero muito importante poder dar a minha opinião, escutando também os outros estudantes, para conseguirmos juntos formar uma voz. A temática do evento é bastante precisa. Temos que saber o que é democracia e como exercê-la. Temos que saber o que queremos, para elevar o nível do nosso país”, ressalta Liedson.

Gestão participativa

Camile Lima, de 17 anos, cursa a 1ª série na Escola de Ensino Médio (EEM) Manuel Sátiro, em Jaguaruana. A jovem participa pela primeira vez de um Grêmio Estudantil e está tendo a oportunidade de exercer a função de tesoureira do grupo. Conforme a aluna, um dos aprendizados da experiência tem sido fazer com que os recursos sejam destinados para as áreas consideradas mais necessárias na escola.

Eu vi que, participando do Grêmio, poderia ajudar a melhorar a escola e contribuir com muitas ideias. Estou achando muito bom fazer parte dessa equipe, que tem bastante diálogo e procura resolver tudo o mais rápido possível. Todo dia a gente aprende coisa nova. Passamos dois anos em pandemia e ficamos muito distantes uns dos outros, então, esse evento é uma forma de começarmos a nos conectar novamente”, avalia Camile.

A secretária executiva do Ensino Médio e Profissional, Jucineide Fernandes, frisa que a mobilização em torno do protagonismo estudantil ocorre no dia a dia nas escolas, e não apenas durante o Fórum. “É muito importante que vocês sejam mobilizadores, no espaço escolar, dos valores importantes para a sociedade, como o respeito à diversidade, a solidariedade e o senso de coletividade. O pós-forum é o que vai fazer a grande diferença”, aponta a gestora.

Programação

O segundo dia do evento foi marcado pelas palestras “Como o engajamento jovem pode transformar sua escola?”, apresentada pela co-fundadora do Pacto Nacional das Juventudes pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), Lorena Stephanie; e “Desafios e possibilidades para os jovens no Brasil”, ministrada pelo ex-secretário nacional de Juventude, ex-presidente da Conjuve e gestor de implementação do Instituto Unibanco, Gabriel Medina.

O primeiro dia do Fórum teve palestras e mesas temáticas, que trouxeram ao debate questões como acessibilidade, inclusão e respeito às diferenças; relações étnico-raciais; gestão participativa; meio ambiente e sustentabilidade; cidadania digital e educomunicação; cultura maker e economia criativa; saúde mental e acolhimento.

Histórico

A primeira edição Fórum, em 2018, teve como temática “Grêmios Estudantis: (Re)Conhecendo espaços de atu(A)ção na comunidade escolar”. O encontro ocorreu no Centro de Eventos do Ceará e contou com a participação de representantes estudantis de todas as unidades escolares da rede pública estadual, tendo mais de 700 estudantes discutindo as possibilidades de fortalecimento da atuação dos Grêmios.

A segunda edição, em 2021, foi realizada de maneira virtual, devido à pandemia da covid-19 e trouxe o tema “Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para a Educação Protagonista”. A programação do Fórum contou com webinários no Youtube e colóquios temáticos regionalizados.

Ceará Educa Mais

A realização do Fórum Estadual dos Grêmios Estudantis dialoga diretamente com as diretrizes do Programa Ceará Educa Mais. O programa, que reúne em lei os pilares da educação cearense, tem o objetivo de elevar o desempenho acadêmico dos estudantes da rede pública estadual de ensino, buscando a aquisição dos níveis de proficiência adequados a cada série/ano e também o desenvolvimento das competências socioemocionais necessárias à formação integral dos alunos. O programa está fundamentado em oito eixos: Aperfeiçoamento pedagógico; Desenvolvimento e Qualificação dos Professores; Avanço na Aprendizagem; Tempo Integral; Cuidado e Inclusão; Preparação para o Enem; Educação Conectada; e Qualificação Acadêmica e Profissional dos Estudantes.

__________

Com informações da Seduc CE.

Postar um comentário

0 Comentários