2º Ciclo de Palestras da Chapada Cultural do Araripe debate “Patrimônio da Humanidade”

 

2º Ciclo de Palestras da Chapada Cultural do Araripe debate “Patrimônio da Humanidade”. (FOTO/ TV Casa Grande).

Construir o projeto de uma candidatura a Patrimônio da Humanidade exige que se percorra diversos caminhos. E para se chegar com mais propriedade e fluidez ao projeto de candidatura da Chapada do Araripe, o comitê se debruça sobre este trabalho, buscando observar e aprender com projetos que já alcançaram êxito nessa empreitada.

O segundo dia do Ciclo de Conversas teve como tema “Patrimônio da Humanidade - Caminhos para o reconhecimento a partir de experiências implantadas” e na manhã deste sábado, 04, reuniu pessoas que podem contribuir através do compartilhamento das experiências nos processos realizados em outros territórios.

A Professora Conceição Lopes (POR), Coordenadora do Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciência do Patrimônio da Universidade de Coimbra, deu início ao segundo ciclo ressaltando a importância da formação das redes para a construção de uma realidade sustentável e como o Projeto da Candidatura Chapada do Araripe Patrimônio da Humanidade está fortemente ligado às práticas sustentáveis desenvolvidas no território. Conceição lembrou que este projeto nasceu a partir das ações da Fundação Casa Grande neste sentido”.

Ana da Silva (POR), apresentou suas experiências com o projeto da Rede Portuguesa de Economia Solidária (Redpes) que agrega, afirma, apoia e divulga as organizações, grupos informais e pessoas individuais, que se identificam com o conceito e as práticas de Economia Solidária. O manifesto da Redpes, apresentado por Ana da Silva, diz que se entende por Economia Solidária os processos, formais ou informais, de produção, troca, distribuição, consumo, geração de rendimentos e poupança que conjugam a valorização das dinâmicas sociais, econômicas e ambientais de proximidade com solidariedade horizontal, perspectiva ecológica, diversidade cultural, reflexão crítica e participação. Para ela, essas práticas são observáveis nas relações das comunidades presentes no território da Chapada do Araripe e que os produtos e as relações possuem uma base mais ética e solidária.

Nuno Ribeiro Lopes, é arquiteto licenciado pela Escola de Belas Artes do Porto, Diretor Regional de Cultura do Governo dos Açores, Évora, Portugal. Coordenou o projeto da candidatura da Paisagem Protegida da Vinha da Ilha do Pico à Patrimônio Mundial como Paisagem Cultural, Évora, Portugal.

Nuno apresentou os passos dados para a candidatura da Paisagem Protegida da Vinha da Ilha do Pico e como se deu a sua construção a partir de um relacionamento com a comunidade, de fortalecimento da sua identidade e autoestima referente às potencialidades locais. “Fizemos uma candidatura com o apoio e discussão permanente com a população. Foi um projeto que conseguiu unanimidade em todos os níveis institucionais, e foi concretizado em torno de 02 anos”, destacou Nuno.

O Ciclo de Palestras deste segundo dia da Mostra Internacional de Patrimônio e Turismo da Chapada Cultural do Araripe evidenciou o processo formativo dessas redes a partir da Fundação Casa Grande, de onde se amplia os contatos e as relações com Mestres da Cultura Popular, dos Saberes da Natureza e da comunidade do seu entorno.

Como lembrou a professora Conceição Lopes, essas redes fortalecem e se ampliam, dando a possibilidade para a construção de novos saberes desde o início da Fundação Casa Grande.  O Projeto da Candidatura Chapada do Araripe Patrimônio dá Humanidade nasceu a partir de uma coisa que já acontecia há muito tempo na Fundação Casa Grande. A rede como um instrumento fundamental de gestão da memória. Exemplo disso, é a presença de representantes de pontos que fazem do patrimônio, uma forma de qualificar, de construir sociedade, construir cidadania.  É importante conhecermos os processos de outros, porque nesta nossa política de fazer rede é justamente com esses aprendizados que vamos construindo nosso saber”, ressaltou.

O Conteúdo da Palestra pode ser acessado no canal da TV Casa Grande no Youtube. Link: https://www.youtube.com/watch?v=3ZpsaLyXJhU&ab_channel=TVCASAGRANDE

____________

Com informações do site Chapada Cultural do Araripe.

Postar um comentário

0 Comentários