Tem nome de índio o meu Ceará

 

(FOTO/ Reprodução/ YouTube).

Por Nicolau Neto, editor-chefe

Manoel Leandro nos presenteou com um poema de um grandeza histórica em que relata em versos nome de diversas cidades do Estado do Ceará com significados e simbologias indígenas.

O poema ainda destaca conceitos relatos cotidianos da cultura indígena no Ceará e desfaz o mito de que aqui não teve indígena e nem negros. Aliás a História do Ceará não pode e nem deve ser escrita e falada sem se referir ao povos indígenas.

Abaixo o vídeo que foi publicado no Canal Arte Vida Urocongo: 

          

Postar um comentário

0 Comentários