Documentário Vozes Negras por Palmares é lançado por Coletivo de Intelectuais Negras e Negros

 

(FOTO/ Reprodução/ YouTube).

Por Nicolau Neto, editor-chefe

Em homenagem a José Correia Leite, um dos líderes do jornal Clarim da Alvorada e da Frente Negra Brasileira, o Coletivo de Intelectuais Negras e Negros lançou o documentário (vídeo) “Vozes Negras por Palmares”.

Segundo o coletivo e a descrição do vídeo que foi lançado no Canal “Grupo de Pesquisa Laroyê”, Correia Leite foi fundamental no desenvolvimento de trabalhos sociológicos, com destaque para a pesquisa “Relações Raciais entre Negros e Brancos em São Paulo” que contou a com a direção de Florestan Fernandes e Roger Bastide; “A Integração do Negro na Sociedade de Classes” – tese de Florestan Fernandes; “Racial Consciousness and Policial Atitudes and Behavior of Blacks in São Paulo, Brazil “– tese de Mic.

O objetivo do documentário se constitui, conforme destaca suas/eus próprias/os idealizadoras/es como “uma breve aula sobre a atuação do Movimento Negro brasileiro na luta por uma sociedade justa, equânime e igualitária” e visa “rememorar a contribuição do ‘Velho Militante’, para marcar a nossa defesa pela Fundação Cultural Palmares”.

O roteiro teve a participação de Rosangela Malachias (coordenação), Ellen Gonzaga Lima Souza e Álvaro Roberto Pires. Na equipe de produção, além de Álvaro Roberto Pires, tem  Carlos Benedito Rodrigue da Silva, Dileia Aparecida Martins Briega, Ellen Gonzaga Lima Souza,  Izanete Marques Souza, Mônica Abrantes Galindo Oliveira, Tiago Vinícius André dos Santos e Valter Roberto Silvério.

Em suas redes sociais a ex-ministra do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos no governo de Dilma Rousseff e professora titular emérita da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Nilma Lino Gomes, destacou que asseverou “a Palmares não surgiu e nunca foi um órgão desgovernado e contrário ao Movimento Negro como ela vem se tornando no governo atual. Pelo contrário, o seu projeto original nasce das lutas antirracistas. A nova geração negra e não negra nem sempre conhece essa história. Por isso, assistir ao vídeo pode ser um momento educativo”.

Ainda segundo ela, “é preciso conhecer o histórico democrático das lutas negras em nosso país e como elas conseguiram impactar o Estado e a sociedade.”

Abaixo o documentário “Vozes Negra por Palmares":

           

Postar um comentário

0 Comentários