Donos da porra toda: saiba quem manda na mídia do Brasil


Foi lançado nessa sexta-feira, 2, um estudo que aponta os principais controladores da mídia brasileira. São mais de 50 grupos de comunicação sob o comando de um nicho seleto de empresários, políticos e famílias brasileiras. O agronegócio, o mercado financeiro e mercado imobiliário são os maiores grupos controladores. O estudo foi lançado nesta tarde em Brasília pelos coletivos Intervozes e Repórteres Sem Fronteiras.

Por meio da plataforma quemcontrolaamidia.org.br é possível visualizar quais são as famílias, os parlamentares e grupos religiosos que têm propriedade dos principais veículos comerciais de comunicação. Dessa forma, conseguimos visualizar, por exemplo, o controle político da mídia por meio de verba publicitária e quais são os 9 veículos controlados pela Igreja.

Além disso, conseguimos visualizar o grave problema da transparência na difusão de informações. “A campanha Agro é Pop é um exemplo. Não é uma campanha neutra ou cívica, há outro interesse pelo consumo dessa informação se você vir os grupos de agronegócio que controlam a emissora”, disse André Pasti, coordenador da pesquisa. “Outro dado importante, 90% das fontes usadas no Jornal Nacional foram de grupos favoráveis à reforma da previdência”.

Ainda conforme André, “a ideia é entender os riscos da (não) pluralidade da mídia, entendendo que também é um risco à democracia”. Os dados foram garimpados junto ao poder público por meio de vários pesquisadores e apoio de diversos órgãos, incluindo a Procuradora Geral da República, onde a pesquisa foi lançada.

Foi um labirinto”, disse Jonas Valente, do Intervozes. Somente 3 veículos responderam a pesquisa e poucos dados são fornecidos de forma transparente pelas próprias mídias.

A iniciativa tem ganhado reverberação internacional por meio da equipe do Repórteres Sem Fronteiras, sendo aplicada em outros países. A pesquisa ampliada chama-se MOM, ou Media Ownership Monitor. Seu lançamento foi divulgado nos veículos de massa de todos os países participantes, com exceção do Brasil e Turquia. (Com informações da Mídia Ninja).

(Foto: Reprodução/ Mídia Ninja).


















Postar um comentário

0 Comentários