Tatiane Evangelista: “Ninguém é racista, mas elogiam minha beleza ressaltando que não é comum, e sim exótica”



Tatiane Evangelista Soares.
(Foto: Reprodução/Facebook)
Ninguém é racista, mas tem a impressão de ter visto piolho no meu cabelo.

Ninguém é racista, mas elogiam minha beleza ressaltando que não é comum, e sim exótica, mesmo habitando um País onde sua maioria é miscigenada.

Ninguém é racista, mas quando estou brincando com algum filhx de uma amiga minha, a certeza é que eu sou a mãe, pois o “normal” é que eu já tenha tido filho e que não tenha pai e não a minha amiga branca.

(Importante ressaltar que independente da etnia não existe desmérito em ser Mãe Solo).

Ninguém é racista, mas olhares se arregalam, congelam e questionam quando percebem que estou sendo amada e não simplesmente objeto de desejo.

Essa sociedade racista já tem o script pronto de quem seremos e o que teremos.

Pasmem, eu não tenho piolho, me sinto bonita não exótica, não tenho filhos, mas tenho DIPLOMA e por mais que a maioria não está “acostumado”, é bom já ir se acostumando, pois vem uma geração porreta aí.
__________________________________________________________

Texto publicado originalmente por Tatiane Evangelista Soares em sua rede social facebook.

Postar um comentário

0 Comentários