Festejo de 18 anos da Associação dos trabalhadores do Sítio Mororó, em Santana do Cariri, alerta para crime ambiental



Festejo de 18 anos da Associação dos trabalhadores
do Sítio Mororó, em Santana do Cariri,
alerta para crime ambiental. (Foto: Divulgação).
A Associação Comunitária dos trabalhadores Rurais do Sítio Mororó, organização civil com sede no Sítio Mororó, zona rural do município de Santana do Cariri, completará no dia 04 de março de 2019, dezoito anos de existência.

Fundada em 04 de março de 2001, debaixo de um pé de Juazeiro, detalhe sempre lembrado pelos seus sócios e sócias, a entidade vem se consolidando e desenvolvendo um papel importante para o desenvolvimento da comunidade e melhoria da qualidade de vida de seus moradores.

Ao longo desse tempo, já foram registradas muitas lutas e vitórias. E muitas outras estão por vir. Para celebrar as conquistas e se fortalecer com espírito de solidariedade e alegria, a Casa de Taipa do Mororó em parceria com o Instituto Flor do Pequi/Projeto Paulo Freire, promoverá um festejo no dia 03 de março de 2019, das 08 às 23 horas.


Na programação do Festejo, acontecerá o I Campeonato de Badoque, instrumento de origem indígena, muito semelhante ao arco e flecha, só que utilizado para arremessar pedras. Era bastante utilizado na Comunidade até a década de 1960.

Também acontecerá o I Campeonato de Baladeira. Com essa competição, busca-se dar um sentido mais recreativo para o uso da baladeira e alertar sobre a procuração com a caça de animais silvestres, o que constitui crime ambiental.

A noite, acontecerá a Renovação do Sagrado Coração de Jesus, seguida de ação beneficente em prol do termino da construção do centro de desenvolvimento comunitário/sede da Associação e forró comunitário.
Contamos com a presença de todos e todas de boa vontade.
_________________________________________________
Texto de Everaldo Mororó encaminhado a redação do Blog Negro Nicolau (BNN).

Postar um comentário

0 Comentários