Paulo Henrique diz que não há nenhuma chance de seu partido se aliar a nenhum dos dois grupos políticos de Altaneira


Paulo Henrique Maia. (FOTO/ Reprodução/ Facebook).

Texto: Nicolau Neto

Em contato com a redação do Blog Negro Nicolau (BNN) o radialista, suplente de vereador e presidente do Podemos, Paulo Henrique Maia, afirmou que não há nenhuma chance de ele vir a se unir com nenhum dos dois grupos políticos de Altaneira.


A informação foi em virtude de um artigo escrito por mim no Blog no fim da manhã de ontem. Intitulado “Os bastidores da política de Altaneira: permanência, volta ou o novo?”. O texto versou sobre as possíveis configurações políticas nas eleições deste ano no município. (Clique aqui para ter acesso ao texto).

O atual grupo de oposição ao prefeito Dariomar Rodrigues (PT) que reúne os ex-prefeitos João Ivan, Dorival e Delvamberto, além do atual vice-prefeito, Charles Leite, e do candidato derrotado nas eleições de 2016, Ricardo Arrais, em uma reunião no vizinho município de Nova Olinda no último dia 27 de janeiro chegou a defender a tese de unir todos aqueles/as que não se alinham a forma de governar de Dariomar.

Sobre essa possibilidade o presidente do Podemos foi taxativo. “Sem chances nenhuma de nos unirmos ao grupo”. Segundo ele, teria ficado acordado naquela reunião em Nova Olinda (a segunda) que eles iriam trazer a discussão para os demais membros e o que a maioria decidisse iria ser acatado. Paulo Henrique destacou que essa discussão foi proposta e a decisão foi “unânime” em apoiar a pré-candidatura do servidor público Manoel de Sousa, conhecido popularmente por Nézio, para o executivo.

Ainda segundo Paulo, a única possibilidade em que Nézio abrirá mão de sua pré-candidatura ao palácio Francisco Fenelon Pereira é se o empresário Ricardo Arrais se lançar ao mesmo cargo. Mas a ideia central é que o partido seja independente tanto no executivo quanto no legislativo. “Todos os membros da executiva do Podemos defendem isso”, ponderou. “O que está faltando é só a gente repassar as informações a quem nos pediu uma posição naquela reunião”, disse.

Caso Nézio não saia como pré-candidato a prefeito, o partido continuará com sua pré-candidatura (de Paulo) a vereador de forma independente.

Postar um comentário

0 Comentários