Casa onde viveu Antônio Conselheiro é restaurada em Quixeramobim


Antonio Conselheiro, figura conhecida na história do Brasil, passou boa parte da infância e juventude no imóvel restaurado. (FOTO/ Divulgação).
A casa onde o líder religioso Antônio Conselheiro passou sua infância e juventude, em Quixeramobim, se tornou o mais novo equipamento cultural mantido pelo Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar. O imóvel, antes administrado pelo governo municipal, voltou ao poder do Estado e deverá ser aberto ao público ainda no primeiro semestre deste ano. Considerado patrimônio nacional, a residência passou por um restauro completo, orçado em R$ 695 mil, sendo entregue na última sexta-feira (7).

A ideia é de que a casa seja reaberta com uma programação voltada para as artes, linguagens artísticas de difusão e formação cultural. Na sexta-feira, o secretário de Cultura, Fabiano Piúba foi até Quixeramobim, onde promoveu um roda de conversa com representantes dos segmentos culturais e a sociedade civil para debater sobre a construção de ações a serem desenvolvidas no equipamento.

Em reunião com o prefeito de Quixeramobim, Clebio Pavone, alinhou temas como a abertura e gestão da Casa de Antônio Conselheiro; a programação do evento Conselheiro Vivo; bem como ações para o Memorial Antônio Conselheiro, administrado pelo município.


Além desse, o Governo do Ceará mantém ainda no interior do Estado, a Vila da Música, no Crato e a Casa de Saberes Segue o Aderaldo, em Quixadá.

Quem foi Antônio Conselheiro?

Antônio Vicente Mendes Maciel, mais conhecido na História do Brasil como Antônio Conselheiro, se autodenominava “o peregrino”. Figura carismática, adquiriu dimensão ao liderar o arraial de Canudos, um pequeno vilarejo no sertão da Bahia, que atraiu milhares de sertanejos, entre camponeses, índios e escravos recém libertos, e que foi destruído pelo Exército da República na chamada Guerra de Canudos em 1896. Ele faleceu em 1897, aos 67 anos. No dia 14 de maio de 2019, a Lei 13.829/19 incluiu Antônio Conselheiro no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria.
____________________________________
Com informações do site Marcia Travessoni.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Isto está mais para construção do que restação,primeiro essa cor ñ condiz com a época,tão pouco esse telhado moderno,deveria ter um orgão que fiscalizasse para manter original e ñ fazer uma construção e dizer que é resauração!

    ResponderExcluir

Ao comentar, você exerce seu papel de cidadão e contribui de forma efetiva na sua autodefinição enquanto ser pensante. Agradecemos a sua participação. Forte Abraço!!!