Sisu 2020: confira as notas de corte finais dos 10 cursos mais procurados no Ceará


A lista do o Povo compara nota de corte nas instituições federais do Estado com as universidades de outras regiões do país. (FOTO/ Arquivo/ Agência Brasil).

O POVO listou as notas de corte finais registradas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) nos dez cursos mais concorridos entre os participantes do Ceará na modalidade da ampla concorrência. A lista compara a nota de corte nas instituições federais do Estado com as universidades de outras regiões do País.

No Ceará, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Universidade Federal do Cariri (UFCA) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) participaram do Sisu. A UFC foi a instituição mais procurada com 120.700 inscrições.

O Estado registrou 110.253 inscritos no Sisu 2020, segundo o Ministério da Educação (MEC). O número corresponde a 24% dos presentes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 no Ceará, que somaram 454.133 pessoas. O índice se manteve como o sexto maior do Brasil, assim como O POVO tinha antecipado ainda durante as inscrições do Sisu. Entre os cursos mais procurados pelos participantes cearenses estão Fisioterapia, Medicina e Turismo.

Veja as notas de corte em diferentes instituições do País dos 10 cursos mais procurados pelos participantes do Ceará no Sisu 2020:

1º - Fisioterapia  (74,9 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 718,14 (Fortaleza, turno integral)

Na Universidade Federal do Amazonas (UFAM): 738,35 (Manaus, turno integral)

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 717,45 (Vitória, turno integral)

Na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS): 696,53 (Campo Grande, turno integral)

Na Universidade Federal do Paraná (UFPR): 716,00 (Curitiba, turno integral)

2º - Medicina (49,0 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 786,80 (Fortaleza, turno integral) e 781,18 (Sobral, turno integral)

Na Universidade Federal do Acre (UFAC): 846,52 (Rio Branco, integral)

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 793,05 (Vitória, turno integral)

Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): 813,55 (Rio de Janeiro, turno integral)

Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): 775,95 (Porto Alegre, turno integral)

3º - Turismo (48,7 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE): 783,53 (Fortaleza, turno vespertino)

Na Universidade de São Paulo (USP): 732,46 (São Paulo, turno noturno)

Na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG): 666,66 (Belo Horizonte, turno matutino)

No Instituto Federal de Goiás (IFG): 654,66 (Goiânia, turno noturno)

4º - Psicologia (48,3 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 708,20 (Sobral, turno integral) e 733,16 (Fortaleza, turno integral)

Na Universidade Federal do Amazonas (UFAM): 739,79 (Manaus, turno noturno)

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 745,52 (Vitória, turno integral)

Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): 747,67 (Florianópolis, turno integral)

Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT): 688,08 (Rondonópolis, turno integral)

5º - Enfermagem (47,6 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 715,92 (Fortaleza, turno integral)

Na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab): 703,18 (Redenção, turno integral)

Na Universidade Federal do Amapá (UNIFAP): 804,24 (Macapá, turno integral)

Na Universidade de São Paulo (USP): 749,44 (São Paulo, turno integral)

Na Universidade Federal de Goiás (UFG): 699,21 (Goiânia, turno integral)

Na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP): 699,12 (Bandeirantes, turno integral)

6º - Administração (45,5 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Ceará (UFC): 689,12 (Fortaleza, turno integral) e 689,44 (Fortaleza, turno noturno)

Na Universidade Federal do Cariri (UFCA): 687,56 (Juazeiro do Norte, turno noturno)

Na Universidade Federal do Tocantins (UFT): 646,89 (Palmas, turno noturno)

Na Universidade Federal de Goiás (UFG): 702,11 (Goiânia, turno noturno)

Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): 753,80 (Rio de Janeiro, turno integral)

Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): 723,47 (Porto Alegre, turno noturno)

7º - Medicina Veterinária (35,8 inscrições por vaga)

Na Universidade Federal do Cariri (UFCA): 695,88 (Crato, turno integral)

Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT): 692,06 (Cuiabá, turno integral)

Na Universidade de São Paulo (USP): 757,61 (São Paulo, turno integral)

Na Universidade Federal do Acre (UFAC): 727,48 (Rio Branco, turno integral)

Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): 722,78 (Curitibanos, turno integral)

8º - Educação Física (34,8 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE):  703,90 (Canindé, turno matutino),  721,56 (Juazeiro do Norte, turno integral) e 727,09 (Limoeiro do Norte, turno integral);

Na Universidade Federal do Ceará (UFC):  667,76 (Fortaleza, turno noturno - Bacharelado),  663,82 (Fortaleza, turno integral - Bacharelado),  653,20 (Fortaleza, turno integral - Licenciatura), 647,76 (Fortaleza, turno noturno - Licenciatura);

Na Universidade Federal do Amazonas (UFAM): 655,20 (Manaus, turno integral)

Na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES): 661,50 (Vitória, turno matutino)

Na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT): 601,78 (Cuiabá, turno matutino)

Na Universidade Federal do Paraná (UFPR): 694,10 (Curitiba, turno integral)

9º - Gestão Desportiva e de Lazer (29,1 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE): 764,73 (Fortaleza, turno noturno)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN): 591,58 (Natal, turno vespertino)

10º - Serviço Social (29,0 inscrições por vaga)

No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE): 743,33 (Iguatu, turno noturno)

Na Universidade Federal de Goiás (UFG): 619,70 (Goiás, turno noturno)

Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): 662,67 (Florianópolis, turno matutino)

Na Universidade Federal Fluminenense (UFF): 715,10 (Niterói, turno noturno)

Na Universidade Federal do Tocantins (UFT): 574,59 (Miracema do Tocantins, turno matutino)
_______________________
Com informações do O Povo.

Postar um comentário

0 Comentários