Livro "Ideias para adiar o fim do mundo", do líder indígena Ailton Krenak, está esgotado

 

Ailton Krenak. (FOTO/ Reprodução/ Buala).

Por Nicolau Neto, editor

Ailton Alves Lacerda Krenak, ou simplesmente Ailton Krenak, é um dos brasileiros que está na lista dos autores de um dos livros mais vendidos entre 2019 e 2020.  A obra em questão é “Ideias para Adiar o Fim do Mundo.”

No site da Companhia das Letras, responsável pela edição, o livro já está esgotado. No site “Tag Loja" também.

Produto Esgotado

Avise-me quando este produto estiver disponível, diz a mensagem.

Ailton Krenak nasceu em 1953 na região do vale do rio Doce e é um dos líderes indígenas mais conhecidos e atuantes do país. Ativista do movimento socioambiental e de defesa dos direitos indígenas, ele chegou a organizar a Aliança dos Povos da Floresta, reunindo comunidades ribeirinhas e indígenas na Amazônia e é doutor honoris causa pela Universidade Federal de Juiz de Fora, em Minas Gerais.


Livro "Ideias para adiar o fim do mundo". (FOTO/ Reprodução/ Companhia das Letras).

Em “Ideias para Adiar o Fim do Mundo”, Ailton Krenak, faz críticas a ideia de humanidade como algo separado da natureza. Segundo ele, essa humanidade seria aquela “que não reconhece que aquele rio que está em coma é também o nosso avô". Segundo informações no site da editora, “essa premissa estaria na origem do desastre socioambiental de nossa era, o chamado Antropoceno. Daí que a resistência indígena se dê pela não aceitação da ideia de que somos todos iguais.”

Para o líder indígena, “somente o reconhecimento da diversidade e a recusa da ideia do humano como superior aos demais seres podem ressignificar nossas existências e refrear nossa marcha insensata em direção ao abismo”.

O livro está acessível financeiramente. No site Companhia das Letras, ele está por R$ 19,44.

Postar um comentário

0 Comentários