Dona Angelita, Mestre da Dança do São Gonçalo, fala sobre atuação deste Grupo em Altaneira


O sítio Taboquinha, do município de Altaneira, foi palco no último sábado, 14, de uma apresentação do grupo de São Gonçalo, durante os festejos de São José.

Dona Angelita cede entrevista a Francilene Oliveira, do
Notícias em Destaque, e fala sobre a atuação do Grupo do
São Gonçalo. Foto:  Brendo Rodrigues.
Um dos símbolos de cultura viva no município e coordenadora do grupo, Dona Angelita, em entrevista a reportagem do jornal “Notícias em Destaque”, da Rádio Comunitária Altaneira FM, falou sobre a formação da equipe e sua receptividade nas comunidades por onde atua. 

Segundo informações divulgadas no blog da emissora, o São Gonçalo em Altaneira, enquanto grupo, surgiu ano passado visando a apresentação durante a Mostra Sesc  Cariri de Culturas, em Crato, por meio do ponto de Cultura Projeto Arca.

Para Dona Angelita, a equipe tem boa receptividade por onde passa. Ela destacou a união dos membros que é mesclado, adultos e jovens.  São (16) dezesseis, 12 (doze) mulheres e 04 (quatro) homens.

A Dança do São Gonçalo encontra sua origem em Portugal. No século XIII era realizada no interior das igrejas de São Gonçalo e tinha como referência o 10 de janeiro. Em Porto, por exemplo, o ato de se dançar nas ocasiões de comemoração a São Gonçalo era chamado de Festa das Regateiras, ocasião em que participavam as mulheres que queriam se casar. A dança era realizada dentro da igreja, o que nos remete à Idade Média e Moderna em Portugal. Nos dias de hoje muitas dançam com chapéus de ouro conhecido como chapel do peão.

Atualmente, no Brasil, não há dia determinado para a manifestação cultural religiosa e nem fazem mais festas, romarias para o santo. Esta manifestação pode ser encontrada em quase todas as partes desse país, com variações coreográficas bastantes diversificadas, tomando diferentes formas de execução. Segundo seus participantes, dança hoje é organizada em pagamento de promessa devida a São Gonçalo. O promesseiro é quem organiza a função, administrando todo o processo necessário à realização deste ritual. É realizada dentro de casa ou em local coberto, onde se arma um altar com a imagem deste santo e outros de devoção do promesseiro. Em frente a este altar é que se desenvolve toda a dança.

Postar um comentário

0 Comentários