PCB e PCdoB celebram centenário

O PCdoB, por sua vez, realiza o Festival Vermelho, em Niterói (RJ). O evento tem início nesta sexta-feira (25) e encerra no sábado (26) com atividades culturais e políticas no centro cultural Caminho Niemeyer.(FOTO/ Reprodução).

O Partido Comunista do Brasil foi fundado há exatos 100 anos, em 25 de março de 1922. Duas siglas que seguem atuantes no cenário político do país festejam o centenário, completado nesta sexta-feira: PCB e PCdoB. Ambas as legendas têm origem no mesmo ato de fundação. No entanto, separaram-se em 1962. O PCB herdou a sigla, com uma sutil alteração no nome, para Partido Comunista Brasileiro. O PCdoB, com essa sutil mexida na sigla, herdou o nome de batismo, Partido Comunista do Brasil.

Para marcar a data, o PCB realizar um evento presencial em São Paulo. Neste sábado (26), os militantes do partido vão se reunir, às 16h, para o Samba Centenário, na sede do Sindicato dos Metroviários, próximo ao Tatuapé.

Em um texto publicado em seu site, o partido afirma que “o PCB segue leal a essa trajetória de luta revolucionária do proletariado brasileiro – e, como tal, legítimo herdeiro desse legado”.

Em Porto Alegre (RS), militantes do PCB fizeram uma série de intervenções na cidade resgatando o nome de lideranças políticas que foram ligadas ao partido.

PCdoB tem festival e presença de Lula

O PCdoB, por sua vez, realiza o Festival Vermelho, em Niterói (RJ). O evento, com início nesta sexta, vai até o sábado (26) com atividades culturais e políticas no centro cultural Caminho Niemeyer.

Com o tema “Floresce a Esperança”, o festival vai reunir diversas lideranças políticas como o ex-presidente Lula, o ex-ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, a presidenta do PCdoB, Luciana Santos, a ex-deputada Manuela D’ávila, a vereadora Cida Pedrosa e o prefeito de Niterói, Axel Grael.

A programação inclui debates, lançamento de livros, feira gastronômica, shows, cinema e espaço para crianças. O acesso é livre e gratuito, mediante apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19.

_________________

Com informações da RBA.

Postar um comentário

0 Comentários