Professora e pesquisadora Janaina Oliveira confirma participação no 9º Artefatos da Cultura Negra



Janaina Oliveira. (Foto: Reprodução).

A professora e pesquisadora nas áreas de cinema negro no Brasil e na diáspora e nas cinematografias africanas, Janaina Oliveira, confirmou sua participação na 9º Edição do Artefatos da Cultura Negra. A informação foi divulgada na manhã desta sexta-feira, 03, na página oficial do evento no facebook.

Janaina contribuirá com o artefatos a partir de um palestra sobre “Cinema Negro e descolonização das telas” e com uma oficina versando acerca do “Cinema Negro e história: um estudo da representativade negra no audiovisual da África e na diáspora”.

Conheça mais sobre Janaina

Ela é doutora em História pela PUC-Rio e professora desta disciplina no Instituto Federal do Rio de Janeiro – Campus São Gonçalo, onde coordena o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígena (NEABI). Realiza pesquisas centradas na reflexão sobre Cinema Negro, no Brasil e na diáspora, e também sobre as cinematografias africanas, sempre buscando conexões que possam incidir também na área da educação das relações étnicorraciais. Desde 2009, orienta o projeto de pesquisa “Cinegritude: reflexões sobre a invisibilidade das produções cinematográficas africanas e afro-brasileiras na contemporaneidade” que conta atualmente com duas bolsistas de iniciação científica (CNPq). Desde 2011 participa ativamente do FESPACO, Festival Panafricano de Cinema e Televisão de Ouagadougou e da JCFA, Journée Cinématographique de la Femme Africaine d’Image, ambos em Burkina Faso. Foi consultora do Ministério da Cultura e das Organizações das Nações Unidas.

Atualmente é membra também do CODESRIA (Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais em África). Recentemente, fez curadoria de filmes para as duas edições do Plateau – Festival Internacional de Praia, Cabo Verde. No Brasil, fez curadoria para a Mostra de Filmes Africanos do FINCAR - Festival Internacional de Cinema Realizadoras (PE), a 7a edição do Cachoeira Doc (BA), para o Diálogos Ausentes do Itaú Cultural - módulo de Audiovisual (SP) e para a 8a Semana dos Realizadores (RJ). É idealizadora e coordenadora do FICINE, Fórum Itinerante de Cinema Negro.


Postar um comentário

0 Comentários