Chico Buarque lembra 1964 e diz que manifestantes estavam reunidos por apreço a democracia


"Vocês me animam a acreditar que não, de novo não, não vai ter golpe", afirmou Chico durante ato no centro do Rio.

O cantor e compositor Chico Buarque falou no início da noite de hoje (31) em ato contra o impeachment e pela democracia, realizado no Largo da Carioca, região central do Rio de Janeiro. Segundo ele, havia na manifestação pessoas que votaram ou não no PT e quem pode estar desiludido ou decepcionado com o governo, "mas não se pode pôr em dúvida a integridade da presidente Dilma Rousseff".

Segundo Chico, que já foi hostilizado em redes sociais e pelo menos uma vez na rua por suas posições políticas, que os participantes do ato estavam "unidos pelo apreço à democracia e em defesa intransigente da democracia".

Ele lembrou da data de hoje, quando se completam 52 anos do golpe que derrubou o presidente João Goulart, e destacou a importância do ato. "Vocês me animam a acreditar que não, de novo não, não vai ter golpe", afirmou.


Postar um comentário

0 Comentários